Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/03/2006 17:52

Golpe do falso seqüestro volta a fazer vítimas em MS

Maristela Brunetto/Campo Grande News

Uma ameaça que ocorreu em várias ocasiões e cidades de Mato Grosso do Sul no ano passado volta a assustar: o golpe do falso seqüestro. Através de ligações telefônicas, as pessoas são informadas de que um familiar está sob poder de seqüestradores e que devem imediatamente fazer depósitos bancários. Ontem, um homem foi informado que se tratava de um golpe quando já estava na fila de um banco para depositar R$ 10 mil, conforme a Polícia Militar.

Na tarde desta sexta-feira, a polícia novamente foi acionada e conseguiu evitar que o golpe fizesse outra vítima. Um comerciante do Conjunto Parati foi informado que a mulher tinha sido seqüestrada e que precisava pagar resgate. A Polícia Militar entrou na história e o Getam (Grupamento Tático de Motos) colocou policiais em vários itinerários. A mulher acabou sendo encontrada em um ônibus voltando para casa.

Os falsos seqüestradores disseram ao marido que ela tinha ido ao banco e no trajeto tinha sido seqüestrada. De fato ela fora fazer um depósito. Essa informação leva a PM a acreditar que os criminosos façam escuta telefônica.

No caso descoberto na quinta-feira, um homem foi informado primeiro que o sobrinho tinha sofrido acidente e depois que tinha sido seqüestrado. O rapaz seguiria para Rio Verde. PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) trabalharam juntos e acabaram localizando o rapaz e impedindo que o golpe se concretizasse.

O telefone de onde partiu a ameaça não aparecia no identificador do celular. Os envolvidos chegaram a passar a placa do carro onde estava o sobrinho da pessoa ameaçada. A ordem era para que fosse feito depósito em duas contas.

Número elevado- Desde segunda-feira, o Garras (Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Seqüestros) já constatou 60 casos deste tipo de crime. Foram pelo menos 30 registros de ocorrências, conforme o delegado Luiz Alberto Ojeda.

A história do acidente envolvendo familiar se repetiu em outros casos, disse o delegado. Confirmada a existência daquele parente, logo depois vem a ligação com ameaça. Esta semana, houve pagamento de dois resgates- de R$ 3 mil e R$ 6 mil - aos autores.

A Polícia acredita que os envolvidos nas ameaças sejam presidiários, como no ano passado, quando uma quadrilha chegou a ser desmantelada. Ela tinha ramificações em Ponta Porã e no Rio de Janeiro. Pessoas de fora dariam suporte aos presos. É o que também acredita o 3º sargento da PM Paulo Henrique Nogueira, que atendeu a ocorrência nesta sexta-feira no Parati.

Para ele, o grupo tem método de trabalho. “Tem gente que fala que é a esmo. Não é, bandido é organizado”.
Esse tipo de crime também foi constatado esta semana em Bonito. Foram cinco casos em um inrtervalo de quatro horas na terça-feira, como informou a Polícia Civil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)