Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/10/2013 14:31

Gleisi confirma leilão da BR-163 em 2013 e admite privatizar 262 e 267

Campo Grande News

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, afirmou, durante a sessão no Senado desta quarta-feira, que as BRs 262 e 267 ainda podem ser privatizadas. Elas foram retiradas do leilão da BR-163, que deve ocorre até o fim deste ano.

Ao contrário do divulgado de manhã pela Folhaonline, a ministra reafirmou, ao senador Waldemir Moka (PMDB), que os 847 quilômetros da BR-163 em Mato Grosso do Sul podem ir a leilão no dia 17 de dezembro. A data já havia sido antecipada pelo ministro dos Transportes, César Borges, na semana passada.

Em audiência pública na Comissão de Infraestrutura do Senado, Gleisi disse, segundo o peemedebista, que o leilão da 163 deve ocorrer entre os dias 15 e 20 de dezembro deste ano.

Sobre o Tribunal de Contas da União deve liberar o processo de privatização na sessão prevista para 6 de novembro deste ano.

“Deixamos os trechos da 262 e da 267 para uma segunda etapa. Se fizéssemos a concessão dessas duas BRs em conjunto com a 163, o processo não seria sustentável”, justificou, sobre a retirada das duas rodovias. As três juntas deveriam ter investimentos de R$ 11 bilhões.

Sobre a ferrovia que ligará Maracaju ao Porto de Paranaguá, no Paraná, a ministra informou que o leilão deverá ser oferecido na quarta ou quinta etapa do programa de investimento do Governo federal. Gleisi considera a ferrovia vital para as economias de Mato Grosso do Sul e dos Estados da região Sul.

Moka disse que todos os questionamentos feitos à ministra se referem a obras importantes para o desenvolvimento socioeconômico de Mato Grosso do Sul. “As respostas da ministra Gleisi sinalizam que esses empreendimentos têm importância também na visão do Governo federal. E isso é muito bom”, avalia.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)