Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

29/03/2005 08:36

Funasa iniciará vacinação de cerca de 13 mil índios

Débora Barbosa/ABr

Cerca de 13 mil índios de 677 aldeias e 56 pólos-base (Unidades de Atendimento à Saúde Indígena) em todo o país serão imunizados a partir da próxima segunda-feira (4/4/). A terceira edição da Semana de Vacina das Américas terá como foco neste ano a população indígena que reside em áreas de difícil acesso e sem informação sobre cobertura vacinal.

A ação é da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), com apoio da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). Terão prioridade 6.711 crianças com até quatro anos de idade, 7.500 mulheres em idade fértil, gestantes e idosos.

As vacinas garantem prevenção contra 13 doenças e serão aplicadas em 18 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei) localizados nos estados do Acre, Pará, Roraima, Amazonas, Mato Grosso, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina. Também receberão a cobertura vacinal os estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Pernambuco e Minas Gerais, para atingir parte da população indígena do Espírito Santo.

"A principal meta da campanha é a redução da mortalidade infantil nas populações indígenas", informa o diretor do Departamento de Saúde Indígena da Funasa, Alexandre Padilha. A campanha também contribui, acrescenta, para a "capacitação com padronização" nas unidades hospitalares dos distritos com maior índice de mortalidade infantil.

De acordo com Padilha, atualmente a maior dificuldade para a vacinação indígena é o acesso a essas populações. Por isso, explica, "contamos com o Exército, a Aeronáutica, a Marinha, o próprio Ministério da Saúde, as universidades nos Estados e os secretários municipais".

A campanha de imunização terminará dia 30 de abril e dentre as doenças que serão combatidas estão a poliomelite, difteria, tétano, coqueluche, meningite por haemophilus, sarampo, rubéola, varicela, pneumonia, hepatite B, influenza (gripe), tuberculose e febre amarela.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)