Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/10/2013 16:06

Frigoríficos de MS estão autorizados a exportar carne para a Rússia

Agência Brasil

Dois frigoríficos de Mato Grosso do Sul (JBS e Marfrig) já podem voltar a exportar carne bovina para a Rússia. O Ministério da Agricultura autorizou o embarque de carne, miúdos e envoltórios naturais produzidos desde a última sexta-feira (11), data em que o Serviço Federal de Vigilância Sanitária e Fitossanitária da Rússia havia liberado a exportação pelos estabelecimentos.

O Ministério da Agricultura só estava aguardando o comunicado oficial das autoridades russas para permitir os embarques de mercadoria de seis empresas liberadas em três estados, além de Mato Grosso do Sul: São Paulo (JBS e Frigol), Goiás (JBS) e Mato Grosso (JBS). Segundo a pasta, a retomada das exportações indica um momento positivo nas discussões sobre o embargo da carne brasileira pela Rússia.

Após uma visita ao Brasil em julho, as autoridades russas enviaram relatório ao governo brasileiro em setembro avisando sobre a suspensão de nove unidades processadoras de carne bovina e uma de carne suína em diversos estados. Na ocasião, o Ministério da Agricultura informou que se uniria ao setor privado para fornecer dados aos russos e que o Brasil buscaria sanar as inconformidades com as normas sanitárias do país.

De acordo com o Ministério da Agricultura, nenhum dos frigoríficos liberados faz parte da relação das dez empresas suspensas pela Rússia em meados de setembro. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, são unidades que estão sendo autorizadas pela primeira vez ou voltando a exportar. Duas delas ficam em Mato Grosso do Sul, estado que, ao lado do Paraná e do Rio Grande do Sul, sofreu restrições do governo russo por um longo período para exportação de carne bovina, suína e de aves.

A Rússia é o segundo maior importador da carne bovina brasileira, atrás apenas de Hong Kong. Para mantê-la como mercado, o Brasil tem optado por adequar-se às exigências sanitárias do país, que são mais rigorosas do que as locais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)