Cassilândia, Sábado, 21 de Julho de 2018

Últimas Notícias

09/07/2004 15:23

Formação policial poderá incluir direitos humanos

Agência Câmara

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional aprovou, por unanimidade, nesta semana, o Projeto de Lei 2806/03, que inclui o estudo de direitos humanos no curso de formação de policiais civis, militares, federais e rodoviários estaduais e federais. A proposta, do deputado Carlos Nader (PFL-RJ), determina que as aulas da nova disciplina sejam ministradas pelas academias de polícia ou por convênio com instituições de ensino superior. De acordo com o projeto, os direitos humanos poderão ser ensinados como disciplina específica ou como parte de matérias já existentes sobre ciências humanas e sociais.

Comportamento equivocado
O autor da proposta lembra que o "comportamento equivocado" de determinados policiais tem desencadeado atos de violência e de aumento da tensão social. "A ausência de conhecimentos e o desrespeito dos princípios básicos da Constituição Federal e da legislação brasileira, referentes aos direitos humanos transparecem no tratamento absurdo que, muitas vezes, é dispensado às pessoas pelas forças policiais", afirma Carlos Nader.
Com o projeto, o deputado pretende aperfeiçoar a formação dos policiais brasileiros, contribuindo para o aumento do profissionalismo e a melhoria do relacionamento da categoria com os demais cidadãos.

Parecer
O deputado Jair Bolsonaro (PTB-RJ), relator da proposta na comissão, recomendou a aprovação do projeto. O deputado explica que a atividade policial, em última instância, tem na violência - como monopólio do Estado - a sua expressão mais forte. Segundo o relator, essa violência deve ser dosada para o cumprimento da lei, a manutenção e o restabelecimento da ordem e da segurança, sempre visando o cidadão, a sociedade e o bem comum.

Trâmite
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, ainda será examinado pelas comissões de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Da Redação/RCA

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 20 de Julho de 2018
09:00
Santo do dia
Quinta, 19 de Julho de 2018
19:07
Cassilândia
16:09
Cassilândia
14:00
Artigo
09:00
Santo do dia
Quarta, 18 de Julho de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)