Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/07/2004 15:23

Formação policial poderá incluir direitos humanos

Agência Câmara

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional aprovou, por unanimidade, nesta semana, o Projeto de Lei 2806/03, que inclui o estudo de direitos humanos no curso de formação de policiais civis, militares, federais e rodoviários estaduais e federais. A proposta, do deputado Carlos Nader (PFL-RJ), determina que as aulas da nova disciplina sejam ministradas pelas academias de polícia ou por convênio com instituições de ensino superior. De acordo com o projeto, os direitos humanos poderão ser ensinados como disciplina específica ou como parte de matérias já existentes sobre ciências humanas e sociais.

Comportamento equivocado
O autor da proposta lembra que o "comportamento equivocado" de determinados policiais tem desencadeado atos de violência e de aumento da tensão social. "A ausência de conhecimentos e o desrespeito dos princípios básicos da Constituição Federal e da legislação brasileira, referentes aos direitos humanos transparecem no tratamento absurdo que, muitas vezes, é dispensado às pessoas pelas forças policiais", afirma Carlos Nader.
Com o projeto, o deputado pretende aperfeiçoar a formação dos policiais brasileiros, contribuindo para o aumento do profissionalismo e a melhoria do relacionamento da categoria com os demais cidadãos.

Parecer
O deputado Jair Bolsonaro (PTB-RJ), relator da proposta na comissão, recomendou a aprovação do projeto. O deputado explica que a atividade policial, em última instância, tem na violência - como monopólio do Estado - a sua expressão mais forte. Segundo o relator, essa violência deve ser dosada para o cumprimento da lei, a manutenção e o restabelecimento da ordem e da segurança, sempre visando o cidadão, a sociedade e o bem comum.

Trâmite
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, ainda será examinado pelas comissões de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Da Redação/RCA

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)