Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/08/2012 14:30

Fiscais agropecuários mantém greve e recorrem ao STJ

Agência Brasil

Brasília – Fiscais agropecuários em greve realizaram na manhã de hoje (14) manifestação em frente ao Ministério da Agricultura e distribuíram leite para a população.

Eles queriam “mostrar para as autoridades que o leite é sagrado, além da importância que o alimento tem para a população”, disse o presidente do Sindicato dos Fiscais Federais Agropecuários, Wilson Roberto de Sá.

De acordo com o sindicalista, “o governo não está dando importância ao leite, embora 74% do que é produzido seja consumido no país. O leite não está na pauta das exportações, por isso, os governantes não estão preocupados”, disse.

Os fiscais agropecuários estão em greve há oito dias e até agora não conseguiram uma reunião com o governo. Eles reivindicam a realização de novos concursos, reajuste salarial e melhores condições de trabalho.

Na última sexta-feira (10), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que em algumas áreas os servidores deveriam retornar ao trabalho. Eles precisam continuar em atividade os fiscais em funções de controle, fiscalização e inspeção de produtos animais e agropecuários em aeroportos, fronteiras e estabelecimentos de abate de animais de açougue, além de laticínios e certificação de frutas. Unidades descentralizadas do Ministério da Agricultura devem ter no mínimo 70% dos fiscais em atividade”.

Segundo Wilson de Sá, a determinação é obedecida. “Vamos continuar atendendo ao que a Justiça determinou, mas [ainda] estamos em greve. Apenas 30% da categoria trabalha normalmente. Estamos recorrendo da decisão do STJ”, informou.



Edição: Beto Coura

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)