Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Março de 2019

Últimas Notícias

15/01/2008 19:32

Financiamento de veículos terá registro em cartório

Humberto Marques/Campo Grande News

A partir de fevereiro deste ano, todos os contratos de financiamento de veículos firmados em Mato Grosso do Sul passarão a contar com registro em cartório, obedecendo assim resolução do Conselho Nacional de Trânsito que exige o registro de contratos de garantia real dos veículos automotores. Os valores desse registro podem variar de R$ 50 a R$ 1,1 mil, conforme informou o presidente da Anoreg (Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso do Sul), Paulo Pedra, ressaltando que esses valores não serão custeados pelo contratante do financiamento – ou seja, o consumidor.

“O registro do contrato em cartório não irá encarecer a operação porque, hoje, as financeiras cobram a TAC [Taxa de Abertura de Crédito] dos clientes. Os valores do serviço sairão dessa taxa”, explicou. O convênio foi firmado pela Anoreg e pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul, e ainda contará com fiscalização do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e do Procon/MS.

O objetivo desse acordo é garantir ao contratante do financiamento o acesso aos contratos, bem como melhores explicações sobre seus termos. É nesse aspecto que entra a atuação do Procon, que apurará o cumprimento da legislação de defesa do consumidor, no que tange à modicidade dos valores cobrados e a relação entre as empresas que vendem e que financiam o veículo.

A Corregedoria-Geral de Justiça do TJ, por sua vez, vai normatizar o funcionamento da central de atendimento para registro dos contratos que já existe na Casa da Cidadania. Informações sobre cadastro e registro de veículos serão responsabilidade do Detran, e a Anoreg (entidade que representa os cartorários) fará o registro de contratos com cláusulas de garantia real de veículos registrados ou licenciados no Estado e providenciará o cadastro no Detran de informações dos contratos de garantia real. A operacionalização financeira também ficará com a Anoreg, a partir de valores arrecadados com a TAC – sendo que 30% do total irão para o Departamento de Trânsito desenvolver seus trabalhos.

Necessidade – A advogada pública Rosimeire Cecília da Costa, do Procon/MS, ressalta a importância do contrato pelo fato de garantir aos compradores de veículos acesso a uma documentação que, nem sempre, é disponibilizada pelas “garagens” ou empresas financeiras. “O principal é que a pessoa que está comprando o veículo não percebe que, ao contrair o financiamento, está realizando duas operações distintas”, afirmou a advogada.

Rosimeire da Costa afirma que a primeira operação é a da compra do carro, que vem acompanhada de um contrato de crédito com a instituição financeira. Neste último caso, as queixas são do não fornecimento do contrato por fatores como a localização do escritório da financeira. “Sem perceber, o comprador está assumindo uma obrigação com um terceiro”, alerta. “O fato é que o contrato com a financeira irá permanecer, uma vez que essa empresa pagará na hora ao vendedor do veículo”.

A advogada defende a realização dos contratos com registro em cartório, justamente por obrigar a apresentação de todos os documentos. “As cláusulas passam a ser pactuadas com antecedência, beneficiando o cliente com a prestação de informações claras e adequadas a partir da minuta contratual”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Março de 2019
Domingo, 17 de Março de 2019
09:00
Santo do dia
Sábado, 16 de Março de 2019
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)