Cassilândia, Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

30/06/2006 08:44

Finanças aprova plano de carreira do Ministério Público

Agência Câmara

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou ontem o Projeto de Lei 6469/05, que implanta o plano de carreira dos servidores do Ministério Público da União (MPU). O relator da matéria na comissão, deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), recomendou a aprovação, mas apresentou uma emenda para adequar o texto às leis que determinam o controle e a execução orçamentária no País.
O motivo é que a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2006, recentemente sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não incluiu para este ano os recursos necessários para custear o plano de carreira do MPU. O impacto orçamentário da restruturação de cargos é de R$ 133,265 milhões, caso a lei entre em vigor em julho, e R$ 306,523 milhões em 2007, segundo dados da instituição.
Para sanar o problema, Hauly propôs que a reestruturação dos cargos seja feita de forma escalonada, durante três anos: 30% no ano em que a lei entrar em vigor, 60% no ano seguinte e 10% dois anos depois.

Reformulação abrangente
Em relação aos demais dispositivos do projeto, o relator acatou o texto que foi aprovado em maio pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público. A comissão alterou o projeto, entre outros pontos, para elevar de 50% para 60% o percentual mínimo dos cargos em comissão a serem ocupados por integrantes da carreira do MPU.
O projeto reformula, de forma abrangente, o plano de carreiras do MPU, que é composto pelo Ministério Público Federal, o Ministério Público do Trabalho, o Ministério Público Militar e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. O PL 6469 revoga as duas leis que hoje tratam do assunto (9953/00 e 10476/02).

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Reportagem - Janary Júnior
Edição - Renata Tôrres

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 24 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 23 de Janeiro de 2017
20:53
Loteria
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)