Cassilândia, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

28/05/2015 21:15

Fetems mantém greve nas escolas estaduais e vai recorrer da decisão do TJ/MS

Antonio Marques, Campo Grande News

Mesmo com a possibilidade de pagamento de multa diária de R$ 25 mil, o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Roberto Botarelli, afirmou que a greve dos trabalhadores em educação da rede estadual de ensino vai continuar e vai recorrer da decisão do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que concedeu liminar favorável ao governo do Estado, considerando a paralisação ilegal e abusiva, assim que receber a notificação.

Segundo Botarelli, considerando os dados divulgados pela secretaria estadual de Educação em relação à paralisação no Estado, a Fetems já estaria cumprindo a determinação do Tribunal de Justiça, mesmo sem ter sido notificado. “Se a secretaria informa que só 30% das escolas aderiram à greve, então estamos cumprindo a decisão do Tribunal”, destacou o presidente da Federação.

Roberto Botarelli disse que não tinha conhecimento do teor da decisão do desembargador Sérgio Fernandes Martins, mas o setor jurídico estaria preparado para recorrer dentro do prazo legal assim que for notificado. Ao ser informado pela reportagem sobre o fato de o desembargador questionar e legitimidade da Federação para representar os funcionários administrativos da educação, Botarelli afirmou que a Fetems é a representante legal dos administrativos e vai comprovar na defesa ao Tribunal. “Temos carta sindical e somos os legítimos representantes dos administrativos”, ressaltou.

Para ele, o Sinfae-MS (Sindicato dos Funcionários Administrativos na Educação de Mato Grosso do Sul) é um sindicato que não representa a categoria e “serveria apenas para arrecadar o imposto sindical”. O desembargador considerou esse sindicato o legítimo representante dos administrativos da educação mesmo ele constando como inativo no cadastro de entidades sindicais do (MTE) Ministério do Trabalho e Emprego.

Roberto Botarelli garantiu que a greve deve continuar por pelo menos mais dez dias se o governo não apresentar nova proposta à categoria. Tanto o governo quanto a direção da Fetems dizem que estão abertos ao diálogo, mas até o momento não existe reunião marcada para negociação e nem data de nova assembleia da categoria. “Quando tivermos pauta vamos marcar assembleia”, explicou o presidente da Federação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 18 de Agosto de 2017
Quinta, 17 de Agosto de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)