Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/07/2010 16:03

Falta de carteiros ameaça entrega de correspondências

Campo Grande News/ Aline dos Santos

Enquanto os Correios apostam nas eleições para aumentar a demanda de trabalho, os carteiros são obrigados a trabalhar aos fins de semana na tentativa de que as correspondências não atrasem em Mato Grosso do Sul.

“A gente tenta entregar no prazo certo porque a população não tem culpa e confia no serviço”, conta um funcionário de 50 anos, que há 12 anos trabalha como carteiro em Campo Grande. No Estado, são cerca de 800 carteiros, mas o ideal, segundo o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso do Sul, era a contratação de 120 servidores.

O carteiro relata que o serviço era para ser de segunda a sexta-feira, sendo quatro horas de trabalho interno, com a seleção das correspondências, e quatro horas entregando as cartas. Porém, depois das 8h diárias, a maioria volta sem ter conseguido entregar todas as correspondências.

Desta forma, os carteiros são convocados a trabalhar mais quatro horas no sábado, caso o serviço não termine, o expediente é ampliado em mais duas horas. O carteiro explica que a empresa paga hora-extra. “Mas é difícil não ter descanso. As pessoas começam a se afastar por problemas musculares, stress, depressão”.

Secretário-geral do sindicato, Alexandre Takachi de Sá, aponta que também houve amento no absenteísmo (ausência temporária do trabalho por motivo de doença) e acidentes de trânsito envolvendo os carteiros, que distribuem as cartas a pé, de bicicleta ou moto.

Segundo ele, o trabalho dos carteiros aos sábados e até aos domingos acontece em todo o Estado. “Em Ponta Porã está muito complicado. E as pessoas já sentem o reflexo na demora das correspondências”, salienta.

Com as inscrições encerradas em fevereiro, o concurso dos Correios teve a data da prova agendada só no último dia 26. A prova será aplicada no dia 19 de setembro. O concurso prevê 60 vagas para carteiros no Estado. “O Correios vai alegar que é serviço essencial, mas acho que as contratações só vão sair no ano que vem, devido ao período eleitoral”, afirma Alexandre.

Sem problemas – De acordo com a assessoria de imprensa dos Correios, não há ameaça na entrega de correspondências em Mato Grosso do Sul. O setor informa que há um Plano de Contingência Nacional para suprir as vagas abertas em todo o país até a contratação de aprovados em concurso público.

No Estado, foram contratadas 22 pessoas como mão de obra temporária. Conforme a assessoria, outros poderão ser contratados em caso de necessidade. Para que não haja atrasos nas entregas, os carteiros ainda cumprem, quando necessário, horas-extras, pelas quais são remunerados conforme legislação, e trabalhos nos finais de semana.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)