Cassilândia, Domingo, 28 de Maio de 2017

Últimas Notícias

08/05/2004 14:33

Exame de catarata em bebês poderá ser obrigatório

Agência Câmara

Os hospitais e maternidades, públicos e privados, poderão ser obrigados a realizar exames para a identificação de catarata congênita nos recém-nascidos. A proposta é do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), autor do Projeto de Lei 6043/01, aprovado nesta semana pela Comissão de Finanças e Tributação. O exame deverá ser realizado pela técnica conhecida como "reflexo vermelho".
O projeto determina que, constatada a doença, a criança terá que ser encaminhada à cirurgia no prazo, máximo, de um mês, a contar da data do diagnóstico. As maternidades que não tiverem estrutura para realizar a cirurgia deverão encaminhar o recém-nascido aos hospitais capacitados e credenciados pelo SUS.
A proposta prevê ainda a criação de um banco de dados, pelos órgão estaduais de saúde, que deverá colocar à disposição de entidades profissionais, trabalhos e estudos sobre a catarata congênita. Pompeo de Mattos alerta para a necessidade de se realizar o exame precoce de catarata no primeiro mês de vida, ressaltando que a medida poderá evitar no futuro problemas visuais ao portador da enfermidade.

O relator, deputado Félix Mendonça (PTB-BA), apresentou parecer pela adequação financeira e orçamentária do projeto e das emendas apresentadas na Comissão de Seguridade Social, onde também foi aprovado. O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será apreciado ainda pela Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Mauren Rojahn
Edição - Ana Felícia


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 28 de Maio de 2017
Sábado, 27 de Maio de 2017
10:00
Receita do Dia
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)