Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/08/2005 15:35

Ex-tesoureiro do PT diz que não vai delatar ninguém

Marcela Rebelo / ABr

O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, afirmou hoje (18) que faz parte de sua personalidade "não delatar ninguém". A declaração foi dada depois que um dos membros da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Compra de Votos perguntou o que ele achava da afirmação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no último pronunciamento, de se sentir traído.

Delúbio disse que é um admirador do presidente Lula e se considera uma pessoa fiel. "Eu não costumo, e faz parte da minha integridade, não delatar ninguém e nem questionar a opinião das pessoas", afirmou o ex-tesoureiro.

O relator da CPMI, deputado Ibrahim Abi-Ackel (PP-MG), não considerou negativa a declaração de Delúbio Soares. "Eu acho isso até positivo. O fato dele não querer delatar é um trato da personalidade dele", afirmou. Assim como fez no depoimento na CPMI dos Correios, Delúbio não quis dizer o nome de todas as pessoas que teriam dívidas com o PT e receberam recursos do empresário Marcos Valério.

"Como investigado, reservo ao direito de não cometer nenhuma injustiça, nem com nomes nem com numerários", declarou o ex-tesoureiro. Durante o depoimento, Delúbio disse ainda não lembrar o valor exato pago ao publicitário Duda Mendonça por Marcos Valeiro. "Vou verificar, não tenho o número de cabeça".

O deputado Ibrahim Abi-Ackel disse considerar importante a recusa do ex-tesoureiro em responder algumas perguntas. "O interrogatório foi organizado no sentido de ver o que o sr. Delúbio teme. Que ele não ia contribuir nós sabíamos. Agora foi mapeado um caminho para nós identificarmos onde o sr. Delúbio não quer pisar. E onde ele não quer pisar é exatamente onde nós vamos pisar", afirmou o relator.

O deputado afirmou que o mais importante é descobrir a origem do dinheiro dos empréstimos. "Eu não acredito que o sr. Marcos Valério tenha dado de presente ao sr. Delúbio Soares R$ 58 milhões. Porque emprestar R$ 58 milhões sem qualquer garantia significa presenteá-lo com essa quantia".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)