Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/06/2009 11:47

Ex-reitor da Uniderp assume presidência da Santa Casa

Campo Grande News/ Edivaldo Bitencourt

Quatro meses após ser indicado pela prefeitura de Campo Grande, o ex-reitor da Uniderp (Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal) será o novo presidente da Santa Casa de Campo Grande, o maior hospital da região Centro-Oeste, com 835 leitos e um orçamento mensal de aproximadamente R$ 7,5 milhões. Ele irá substituir o presidente da junta interventora, Rubens Trombini Garcia.

Nesta semana, o juiz da Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Nélio Stábile, acatou o pedido feito pela prefeitura, que teve o aval dos representantes dos ministérios públicos Estadual, Federal e do Trabalho.

Ele também aceitou a nomeação do ex-diretor executivo da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e atual assessor especial da prefeitura, Salim Cheade, para assumir o papel de administrador geral da instituição, ocupado por Natalício Gonçalves de Almeida. Apenas o contador indicado pelo Governo, Edson da Matta, permanece na junta.

O magistrado ainda determinou a reativação da Controladoria do hospital, que se mostrou necessária com os fracassos do processo de profissionalizar a instituição feito pela SPDM, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

Com a decisão, a prefeitura mantém a proposta de fazer uma transição na gestão da Santa Casa. O grande problema é que o município considera Pedro Chaves membro da Associação Beneficente, a mantenedora do hospital. No entanto, o presidente da entidade, Esacheu Nascimento, ressaltou que o ex-reitor da Uniderp não é um dos 120 beneméritos da instituição.

O pedido de substituição foi feito em fevereiro deste ano. No entanto, o juiz da Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Dorival Moreira dos Santos, determinou, no julgamento do mérito da ação civil pública, o fim da intervenção no hospital.

A Associação Beneficente foi afastada do comando da Santa Casa em 14 de janeiro de 2005. Na época, o presidente do hospital, Arthur D’Ávila Filho, chegou a fechar o pronto socorro alegando falta de condições de manter o hospital funcionando em Campo Grande.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)