Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/04/2008 16:29

Ex-ministro de FHC abre contas do tipo B

O deputado Raul Jungmann (PPS-PE) abriu nesta sexta-feira (dia 4) a documentação da época em que foi ministro da Reforma Agrária durante o governo Fernando Henrique Cardoso. A documentação abrange o período de 1996 a 2002 e inclui gastos referentes a conta tipo B do gabinete de Jungmann e despesas com viagens e da área de serviços gerais do ministério.

Entre os gastos apontados por Jungmann, está o pagamento de massagem em um hotel no Rio de Janeiro, que ele justificou como sendo necessária por causa de um problema de saúde, e também despesas com hotel em Recife, sua cidade natal, mas na qual não tinha residência na época. Jungmann disse que, se alguém soube da existência dessas informações, que foram divulgadas pela imprensa nos últimos dias, isso prova que o dossiê sobre gastos com cartões corporativos e contas tipo B durante o governo Fernando Henrique Cardoso realmente existe.

"Se alguém sabia disso, é a comprovação do dossiê, ou, pelo menos, da bisbilhotice. Isso que está aí (os documentos) foi aprovado pela Controladoria Geral da União e pelo Tribunal de Contas da União. Afora isso não existe mais nada.", afirmou.

O ex-ministro disse esperar que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também abra suas contas, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez. "Quem não deve não teme. Considero que o presidente Lula está moralmente obrigado, depois desse ato e de outros, que tenho certeza que se seguirão, a abrir as contas dele, porque, se não ele pode vencer na CPMI dos Cartões Corporativos, passar o rolo compressor várias vezes, mas moralmente será o derrotado", afirmou.

Jungmann informou que pediu a abertura de um inquérito na Polícia Federal de Pernambuco para apurar o vazamento de informações sobre seus gastos como ministro e também para apurar a existência do dossiê. O deputado disse que, até o momento, não recebeu nenhum documentação sobre abertura de investigações. Ele pretende pedir, ainda hoje, em Brasília, a abertura de investigações pela Polícia Federal.

Informações divulgadas nos últimos dias pela imprensa davam conta de um dossiê sobre os gastos do governo Fernando Henrique Cardoso com contas tipo B, usadas para pagar despesas que não precisam de licitação, e também com cartões corporativos. A autoria do dossiê foi atribuída ao Palácio do Planalto, que negou a elaboração do documento e informou que estava fazendo um banco de dados para organizar os milhares de informações que circulam diariamente nos órgãos do governo, facilitar a prestação de contas e dar transparência aos gastos públicos.





Jorge Franco com informações da Agência Brasil

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)