Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/09/2005 09:46

Ex-bispo Carlos Rodrigues será ouvido pela CPI na quarta

Agência Senado

O doleiro Antonio Oliveira Claramunt - o Toninho da Barcelona - depõe nesta terça-feira (20), a partir das 11h, na Comissão Parlamentar de Inquérito dos Bingos. Na quarta-feira (21), no mesmo horário, será a vez do ex-deputado Carlos Rodrigues - ele renunciou ao mandato de deputado federal na última segunda-feira (12) - e de Jorge Luiz Dias, servidor da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Na última reunião da semana, na quinta-feira (22), a CPI ouve o deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP).

Toninho da Barcelona está preso no interior do estado de São Paulo por evasão de divisas, entre outros crimes. O ex-deputado pelo PL do Rio de Janeiro Carlos Rodrigues foi acusado pela deputada estadual Cidinha Campos (PDT-RJ), em depoimento à CPI, de ser o chefe de todo o esquema de corrupção ligado a jogos de bingo no estado.

Carlos Rodrigues, ex-bispo Rodrigues da Igreja Universal do Reino de Deus, também foi acusado pela deputada de ser o criador de uma versão do mensalão na Assembléia Legislativa do Rio. Ela garantiu que todos os parlamentares eram obrigados a dar uma mesada ao então bispo. Segundo a deputada, os que não colaboravam sofriam represálias políticas "ou eram mortos, a exemplo do deputado Valdeci Paiva de Jesus, assassinado a mando do bispo Rodrigues".

Foi Cidinha Campos quem alertou também a CPI sobre o fato de Jorge Luiz Dias, funcionário da Assembléia Legislativa do Rio, ter cópias dos cheques que comprovam o envolvimento do ex-bispo Rodrigues e de Waldomiro Diniz, ex-assessor da Casa Civil da Presidência da República, em esquema de recebimento de propina da Loterj e de casas de bingo. A movimentação de dinheiro chegou, em 2002, a cerca de R$ 1 milhão por mês.

O deputado Luiz Eduardo Greenhalgh vai depor na CPI sobre as circunstâncias da morte do ex-prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel, assassinado em janeiro de 2002. Na época, Greenhalgh foi indicado pelo PT para, como advogado, acompanhar as investigações.

Sigilos quebrados


A CPI dos Bingos, presidida pelo senador Efraim Morais (PFL-PB), já quebrou sigilos bancário, fiscal e telefônico de mais de 60 pessoas ou empresas supostamente envolvidas em esquemas de corrupção. Na reunião da última quinta-feira (15), foi aprovado requerimento do senador Geraldo Mesquita Júnior (PSOL-AC), solicitando a quebra dos três sigilos de Juscelino Dourado, ex-chefe de gabinete do ministro da Fazenda, Antonio Palocci. Em depoimento à CPI, Dourado disse desconhecer que a empresa Leão&Leão pagava propina mensal de R$ 50 mil à prefeitura de Ribeirão Preto (SP) no período em que Palocci era prefeito do município (2001 a 2002). Na época, Dourado trabalhava na prefeitura.

Também na quinta-feira, a CPI aprovou requerimento do senador Romeu Tuma (PFL-SP), solicitando cópias dos contratos firmados entre as prefeituras de São Paulo, Ribeirão Preto, Piracicaba e Santo André com as seguintes empresas ENOB Ambiental; SPL Construtora e Pavimentadora; Veja Engenharia Ambiental; SP Limpeza Urbana; Rotedali; Qualix, LOT Operações Técnicas; Logística Ambiental de São Paulo; Heleno e Fonseca Construtécnica; e Cliba. O requerimento de Tuma também pede a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico de todas essas empresas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)