Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

19/09/2005 09:46

Ex-bispo Carlos Rodrigues será ouvido pela CPI na quarta

Agência Senado

O doleiro Antonio Oliveira Claramunt - o Toninho da Barcelona - depõe nesta terça-feira (20), a partir das 11h, na Comissão Parlamentar de Inquérito dos Bingos. Na quarta-feira (21), no mesmo horário, será a vez do ex-deputado Carlos Rodrigues - ele renunciou ao mandato de deputado federal na última segunda-feira (12) - e de Jorge Luiz Dias, servidor da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Na última reunião da semana, na quinta-feira (22), a CPI ouve o deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP).

Toninho da Barcelona está preso no interior do estado de São Paulo por evasão de divisas, entre outros crimes. O ex-deputado pelo PL do Rio de Janeiro Carlos Rodrigues foi acusado pela deputada estadual Cidinha Campos (PDT-RJ), em depoimento à CPI, de ser o chefe de todo o esquema de corrupção ligado a jogos de bingo no estado.

Carlos Rodrigues, ex-bispo Rodrigues da Igreja Universal do Reino de Deus, também foi acusado pela deputada de ser o criador de uma versão do mensalão na Assembléia Legislativa do Rio. Ela garantiu que todos os parlamentares eram obrigados a dar uma mesada ao então bispo. Segundo a deputada, os que não colaboravam sofriam represálias políticas "ou eram mortos, a exemplo do deputado Valdeci Paiva de Jesus, assassinado a mando do bispo Rodrigues".

Foi Cidinha Campos quem alertou também a CPI sobre o fato de Jorge Luiz Dias, funcionário da Assembléia Legislativa do Rio, ter cópias dos cheques que comprovam o envolvimento do ex-bispo Rodrigues e de Waldomiro Diniz, ex-assessor da Casa Civil da Presidência da República, em esquema de recebimento de propina da Loterj e de casas de bingo. A movimentação de dinheiro chegou, em 2002, a cerca de R$ 1 milhão por mês.

O deputado Luiz Eduardo Greenhalgh vai depor na CPI sobre as circunstâncias da morte do ex-prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel, assassinado em janeiro de 2002. Na época, Greenhalgh foi indicado pelo PT para, como advogado, acompanhar as investigações.

Sigilos quebrados


A CPI dos Bingos, presidida pelo senador Efraim Morais (PFL-PB), já quebrou sigilos bancário, fiscal e telefônico de mais de 60 pessoas ou empresas supostamente envolvidas em esquemas de corrupção. Na reunião da última quinta-feira (15), foi aprovado requerimento do senador Geraldo Mesquita Júnior (PSOL-AC), solicitando a quebra dos três sigilos de Juscelino Dourado, ex-chefe de gabinete do ministro da Fazenda, Antonio Palocci. Em depoimento à CPI, Dourado disse desconhecer que a empresa Leão&Leão pagava propina mensal de R$ 50 mil à prefeitura de Ribeirão Preto (SP) no período em que Palocci era prefeito do município (2001 a 2002). Na época, Dourado trabalhava na prefeitura.

Também na quinta-feira, a CPI aprovou requerimento do senador Romeu Tuma (PFL-SP), solicitando cópias dos contratos firmados entre as prefeituras de São Paulo, Ribeirão Preto, Piracicaba e Santo André com as seguintes empresas ENOB Ambiental; SPL Construtora e Pavimentadora; Veja Engenharia Ambiental; SP Limpeza Urbana; Rotedali; Qualix, LOT Operações Técnicas; Logística Ambiental de São Paulo; Heleno e Fonseca Construtécnica; e Cliba. O requerimento de Tuma também pede a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico de todas essas empresas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)