Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/08/2016 17:00

Especialistas debateram o ambiente de trabalho e a saúde dos bancários

Agência Câmara

 

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados realizou nesta quinta-feira (4) o I Seminário O Preço da Saúde Mental no Trabalho Bancário, com o objetivo de discutir com especialistas e representantes da categoria formas de humanizar o trabalho e diminuir o estresse entre os bancários.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Brasília, Eduardo Araújo, explicou que a taxa de adoecimento dos funcionários de instituições financeiras está diretamente ligada à forma como o trabalho está organizado atualmente. "Nós temos uma pesquisa que aponta o risco de adoecimento de 40% dos bancários em função da pressão por metas que são impostas e também da falta de descanso”.

O professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Álvaro Crespo, relatou que na clínica de saúde do trabalhador da Universidade, nos últimos cinco anos, as queixas dos bancários mudaram de problemas osteomusculares para doenças mentais, que muitas vezes não são reconhecidas pelo próprio paciente.

“As pessoas não vão por queixa de saúde mental. O trabalhador vai porque ele tem uma dor no ombro e quando a gente pergunta para ele como está a situação dele no trabalho muito frequentemente hoje a pessoa simplesmente se bota a chorar na nossa frente.”, disse Crespo.

A deputada Érika Kokay (PT-DF), autora do requerimento para a realização do seminário, explicou que, após as discussões, a Câmara deverá propor uma nova legislação para regulamentar o setor e minimizar os problemas enfrentados atualmente pelos bancários.

"O trabalho é um lugar onde a gente tem que se achar e se reconhecer enquanto ser humano, não pode ser um lugar onde a gente perde a nossa saúde, os nossos tendões, os nossos sonhos e as nossas esperanças.", afirmou a parlamentar.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)