Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/01/2010 06:00

Entrevista: nutricionista dá dicas para o verão

Bruna Girotto
Arquivo PessoalArquivo Pessoal

Aline Barbosa Freitas, 26 anos, é nutricionista formada pela Universidade Católica Dom Bosco (Campo Grande – MS). Atualmente ela trablha na UAN (Unidade de Alimentação e Nutrição) do Frigorífico Sul, em Aparecida do Taboado (MS).

Filha do ex-prefeito José Donizete e de sua esposa Mara, Aline concedeu uma entrevista ao Cassilândia News sobre como deve ser a alimentação durante o verão, tanto para adultos como crianças. Confira as dicas da nutricionista!

Cassilândia News – É verdade que as pessoas comem menos nas estações mais quentes?

Aline - Sim. Independente da época do ano, os brasileiros têm dado preferência aos alimentos pobres em verduras, legumes e frutas. O verão exige alimentos mais leves, pois gastamos mais energia para digerirmos o que comemos, além do desgaste físico ser maior. Por isso, alimentos gordurosos devem ser evitados, já que a digestão fica mais lenta e logo, a pessoa se sente indisposta. No verão tem também a tal estética. As pessoas se deixam levar pelas dietas milagrosas para ficar em forma para ir a praia e ao carnaval e assim acabam, de certa forma, comendo menos.

Cassilândia News – Por que é preciso beber tanto líquido no verão?

Aline - Na verdade, o corpo de um adulto gasta em 24 horas uma média de 2 litros de água em funções como digestão, respiração, transformação dos nutrientes em energia e também por meio do suor e da urina. A ideia é manter a homeostase do corpo, que é o seu estado de equilíbrio. Em outras palavras, o que foi consumido, precisa ser reposto. O corpo humano é composto de 70% a 75% de líquido. Se considerarmos uma pessoa com 70 quilos, isso equivale a 49 litros de água. E todo dia esse indivíduo perde cerca de 3% pela urina, mais 0,8% na transformação dos nutrientes em energia, mais 0,6% pelo suor e 0,5% na respiração. E como no verão as pessoas suam mais por conta do calor, precisam beber mais água. Isso também não quer dizer que se deve beber água em excesso, pois água demais pode sobrecarregar o sistema urinário.

Cassilândia News – Que cuidados os pais devem ter com a alimentação das crianças nesta época quente do ano?

Aline - A chegada do verão traz inúmeras oportunidades para a criança brincar e se exercitar de maneira mais intensa, mas com o aumento da temperatura ambiente a fome tende a diminuir e, por outro lado, a necessidade de líquidos aumenta. Assegure um café da manhã completo antes de sair de casa. Dessa forma, mesmo que o almoço seja mais tarde, você garante nutrientes para o período da manhã. Ofereça cereal com leite e frutas ou um queijo quente com suco natural. Enquanto estiver na praia ou piscina, não esqueça de um ponto fundamental: a hidratação. Nas altas temperaturas do verão, aumenta a perda hídrica através do suor e o sinal de sede na criança indica que já houve desidratação, devendo a água ser oferecida antes que esse sinal apareça. Por isso, a criança deve sempre ingerir água, sucos de frutas, água de coco e picolé de frutas. Se estiver na praia, os “beliscos” entre as refeições podem ser compostos por biscoitos, milho cozido, salada de frutas e sorvetes. Deve-se evitar os sanduíches com maionese, pois as altas temperaturas podem deteriorar esse alimento, causando diarréia, vômitos e até uma desidratação mais grave. É preciso controlar a ingestão de guloseimas, biscoitos e alimentos gordurosos (cheeseburguer, hamburguer, batatas fritas) e refrigerantes nas refeições. A combinação sol, atividade física, alimentação errada e desatenção quanto à hidratação pode ser extremamente prejudicial causando na criança a febre e a diarréia tão comuns nessa época.

Cassilândia News – Como os alimentos devem ser guardados durante o verão?

Aline - Frutas e legumes: devem ser comprados frescos de dois ou três dias e guardados num armário arejado ou em despensa ou geladeira. Legumes como as batatas, cebolas e frutas em bom estado conservam-se durante vários meses, se forem guardados num lugar seco, fresco e escuro. Peixe: deve ser bem guardado no refrigerador, e se for muito fresco conserva-se bem de um dia para o outro, sendo guardado num saco plástico fechado na parte mais fria do refrigerador. Aves: são favoráveis a proliferação de bactérias patogênicas, por isso não devem ser guardadas fora do refrigerador, conservando-se de dois a quatro dias. Carne: pode ser guardada durante dois a três dias no refrigerador. Cozida e cruas devem ser guardadas em recipientes fechados para evitar a evaporação e os cheiros. As carnes cozidas devem ser consumidas o mais tardar no dia seguinte aquelas que forem guardadas no refrigerador. Laticínios: A manteiga, as margarinas e queijos podem ser comprados uma vez por semana e guardados em uma dispensa fresca ou na geladeira. Outros alimentos: Como a farinha e o açúcar devem ser guardados em recipientes secos.

Cassilândia News – Com o verão, muitas pessoas resolvem fazer dietas malucas para ter o “corpo perfeito”. Quais os riscos essas pessoas correm?

Aline - A dura verdade é que recorrer a dietas da moda, sem comprovação científica ou sem acompanhamento médico pode até levar à rápida perda de peso, porém, isso não é garantia de sucesso. Certamente haverá o posterior ganho de peso igual ou superior. Dietas milagrosas são inadequadas, pois reduzem a quantidade de nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. Além disso, quem inicia uma dieta muito restritiva dificilmente consegue mantê-la por muito tempo, o que gera o famoso “efeito sanfona” que diminui a elasticidade da pele, tornando-a flácida e propensa a estrias. Um mito para todas as dietas é comer menos e ser sedentário. Isso não funciona. É importante não deixar de lado as proteínas, essenciais em qualquer tipo de dieta, afinal elas são imprescindíveis para a renovação das células do organismo. A melhor forma de se obter uma perda de peso saudável e duradoura é através da reeducação alimentar e mudança dos hábitos de vida. A pessoa tem que aprender a forma correta de se alimentar, sem privações, porém sem exageros, e praticar atividades físicas.

Cassilândia News – Quais seriam os alimentos ideais para ingerir no verão?

Aline - A alimentação de verão não tem de ser diametralmente oposta a de inverno. Contudo, é necessário ingerir uma maior quantidade de líquidos, que conta ainda com mais dois novos grupos: fruta e leguminosas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)