Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/11/2004 13:01

Emendas garantem verba para infra-estrutura

Maristela Brunetto / Campo Grande News

A bancada federal de Mato Grosso do Sul definiu a destinação de recursos previstos parfa as emendas coletivas ao orçamento da União. São 18 emendas com verba estimada de R$ 450 milhões. Pavimentação, moradia, saneamento e outras ações de infra-estrutura urbana estão contempladas. O governo estadual conseguiu emplacar emenda para a construção de um porto em Ladário.
Até o início da manhã desta quinta-feira faltava fechar acordo em torno de somente uma emenda. Para as demais houve consenso após duas reuniões.
Uma das emendas prevê infra-estrutura para municípios da faixa de fronteira, incluindo drenagem, ações sociais e econômicas. Outra emenda prevê melhoria na rede de esgoto em cidades com até 30 mil habitantes- a ser incluída nas ações do Ministério da saúde. Outra emenda, ligada ao Ministério das cidades, prevê saneamento para cidades com mais de 30 mil habitantes.
O projeto de canalização do córrego Bandeira, em Campo Grande, tem verba garantida para 2005. Uma emenda prevê recursos para infra-estrutura em cidades de médio e grande porte. Há uma específica sobre drenagem e outra para garantir verba à pavimentação da estrada entre Três Lagoas e Selvíria.
Uma emenda define recursos para unidades especializadas de saúde, incluindo obras e equipamentos. Outra prevê recursos para infra-estrutura em cidades com até 100 mil habitantes.
A bancada incluiu ainda emenda para projetos de infra-estrutura e melhoria de espaços públicos, incluindo pavimentação nos municípios e sinalização de vias. Uma emenda destina recursos para asfaltamento em Dourados. Há ainda requisição de recursos para projetos de esporte e lazer e apoio a iniciativas de infra-estrutura no setor turístico.
Os parlamentares querem também recursos orçamentários para a aquisição de patrulhas mecanizadas para a limpeza nos municípios e apoio a pequenos produtores e ainda uma emenda definindo recursos para difusão da ciência e tecnologia para ajudar na inclusão social.
As emendas deverão ser entregues até o dia 30. Além das coletivas, cada um dos oito deputados federais e três senadores pode apresentar emendas individuais. Segundo informou ontem o deputado Antônio Carlos Biffi (PT), coordenador da bancada, cada parlamentar teve a cota elevada de R$ 2,5 milhões para R$ 3,5 milhões. Ele aponta que é possível ocorrer redução na cota das emendas coletivas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)