Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/08/2004 17:36

É de Três Lagoas o novo presidente da ABCZ

Robson Rodrigues

A indicação do pecuarista Orestes Prata Tibery Júnior foi acolhida com tamanha satisfação pelos associados da ABCZ que a chapa lançada pelo então candidato a presidência não teve concorrentes. Como o Estatuto da entidade requer que, mesmo assim, a eleição aconteça, mais de 1,1 mil associados fizeram questão de exercer seu direito ao voto. “A ABCZ conquistou um espaço magnífico nos cenários político e administrativo tanto nacional, quanto internacionalmente. Vamos dar prosseguimento a esse importante trabalho realizado pela diretoria de José Olavo. Nossos associados podem ter a certeza de que a ABCZ continuará sendo o nome forte da união e da luta pelos interesses da classe pecuarista”, disse Orestes.

Para José Olavo Borges Mendes, que deixa a presidência no dia 29 deste mês, a sensação é do dever cumprido. “Tenho absoluta convicção de que realizamos obras que contemplaram o anseio de nossos associados. Com isso, abrimos novos horizontes para a pecuária brasileira. Essa é a missão da ABCZ e é nela que devemos nos pautar sempre”, finalizou. A posse da nova diretoria está marcada para o dia 30 deste mês, no Centro de Eventos “Rômulo Kardec de Camargos”, em Uberaba (MG).

A tarde foi bastante movimentada na sede da ABCZ. O governador de Minas Gerais, Aécio Neves e o senador Aelton Freitas prestigiaram a eleição da nova diretoria com uma rápida visita. Na oportunidade, o presidente José Olavo entregou ao governador Aécio Neves minuta de projeto de Lei para revogação das Leis 13.053/98 e 13.604/2000, que obrigam o Judiciário a informar o Executivo e o Legislativo da utilização de força policial no ato de reintegração de posse. Para José Olavo, essas Leis são incoerentes em relação à Constituição Federal, que trata os três Poderes como independentes e soberanos. O governador se mostrou aberto a atender ao pedido da ABCZ.


Maior do mundo

A ABCZ¸ maior entidade pecuária do mundo, é sediada em Uberaba (MG) desde 1934, ano em que foi fundada com o nome de Sociedade Rural do Triângulo Mineiro. Está presente em todo o território nacional, com 22 escritórios regionais, cinco associações filiadas e representantes autônomos. Desde 1938, é delegada do Ministério da Agricultura para a execução do serviço de registro genealógico de todas as raças zebuínas no Brasil. Até hoje, já foram registradas quase sete milhões de cabeças. A média anual é de 600 mil novos registros, crescimento de 80% nos últimos quatro anos.

Com mais de 15 mil associados no Brasil e no exterior, a ABCZ é organizadora do maior evento da pecuária zebuíno internacional, a Espósito. Só este ano, a feira movimentou R$ 123 milhões durante 12 dias de festa. Desse montante, cerca de R$ 83,3 milhões referem-se apenas ao faturamento nos leilões, valor 24,64 % superior ao obtido em 2003. A associação também conta com uma série de serviços técnicos, além do registro de bovinos. Dentre eles, o Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), que registrou mais de 108 mil animais inscritos em 2003, alta de 31,71%.

ABCZ produtos e serviços


Em 1997, foi criada a ABCZ Comércio e Serviços Ltda, uma empresa que permite a criação de um leque de opções para comercialização de produtos e prestação de serviços em áreas diversas. A empresa incorpora a Grife ABCZ, Central de Compras ABCZ e a ABCZ Leilões. A Grife ABCZ tem faturamento médio de R$ 450 mil e a ABCZ Leilões movimentou em 2003 quase R$ 11 milhões em 42 leilões de corte e de elite realizados pela empresa. A entidade conta também com uma publicação bimensal, a Revista ABCZ, cuja tiragem média é de 15 mil exemplares. Outro canal de comunicação com o pecuarista e o público em geral é o site ABCZ, que somente durante a ExpoZebu deste ano teve 713 mil acessos de 54 países.

Sobre o zebu - O zebu, uma espécie bovina originária da Índia, foi introduzido no Brasil do final do século 19 até 1962. No período, foram importadas pouco mais de 6.000 cabeças das raças nelore, gir e guzerá. Hoje, o sangue do zebu brasileiro está presente em 80% do rebanho nacional, estimado mais de 170 milhões de cabeças. As raças zebuínas puras criadas hoje no Brasil são nelore, nelore mocho, gir e gir mocha, guzerá, indubrasil, tabapuã, sindi, cangaiam e brahman.


Conheça a diretoria da ABCZ para o triênio 2004/2007


Presidente:



Orestes Prata Tibery Júnior, 66 anos, nasceu em Uberaba (MG) e reside em Três Lagoas (MS). Cria nelore, brahman, guzerá e gir. Também é empresário do ramo de hotelaria. Tem cinco filhos e 13 netos. Seus rebanhos estão distribuídos nas fazendas São João, Lagoinha, Estância Vó Ruth e Estância Vô Orestes, no Mato Grosso do Sul, e na Fazenda Abrigo do Nelore, no estado de São Paulo. Ele é sobrinho do lendário Pylades Prata Tibery, um dos primeiros importadores do gado indiano.


Diretores:



Aloisio Garcia Borges, 67 anos, é pecuarista há quase 40 anos. Cria brahman, nelore, e é também agricultor. É natural de Uberaba (MG). Casado com Maria Ângela Goulart Borges, ele tem quatro filhos, além de sete netos. Já foi vice-presidente por quatro gestões. Atualmente é vice-diretor do Sindicato Rural de Uberaba.



Antonio Ernesto Werna de Salvo, 71 anos, é engenheiro agrônomo e criador de guzerá. Proprietário da Fazenda Canoas, em Curvelo (MG). Preside a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Também preside o Conselho Superior de Agricultura e Pecuária do Brasil – Rural Brasil e o Conselho Deliberativo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). Casado com Jane Pitangui de Salvo. Tem três filhos.



Aprígio Lopes Xavier, 75 anos, cria nelore e cavalos manga-larga marchador. Faz parte do grupo Sendas (supermercados). É casado e tem três filhos e cinco netos. É contador, economista e advogado. Já atuou em quarto gestões como diretor da ABCZ e na ACNB, como secretário geral. Criou o sistema único de identificação, quando foi diretor de Informática.



Eduardo Biagi, 56 anos, é engenheiro agrônomo e atua no setor sucroalcooleiro. É casado com Solange Borelli Biagi. Criador de nelore em Serrana (SP) e Barra do Garça (MT). Tem dois filhos.



Frederico Diamantino Bonfim e Silva, 33 anos, é advogado. Nasceu em Uberaba. Casado com Juliana Pinto da Cruz Diamantino. Cria nelore na Estância Buriti II - Agropecuária Diamantino, em Uberaba. É sócio da Câmara Americana de Comércio – AMCHAM e do Centro de Estudos das Sociedades de Advogado – CESA.

Gabriel Prata Rezende, 54 anos, é médico especializado em Medicina Nuclear. Foi duas vezes diretor da ABCZ. Atualmente é presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Brahman (ABCB). Cria nelore e brahman. Tem duas filhas.

Gustavo Garcia Cid, 32 anos e é membro do Conselho Deliberativo da Associação Nelorista do Paraná. Foi presidente desta associação e diretor da Sociedade Rural do Paraná. Nasceu em Londrina (PR). Em sua fazenda na cidade de Anaporã (PR) cria nelore, guzerá, gir e brahman. Empresário do setor de transportes, Gustavo é casado com Viviane Barroso Garcia Cid e tem uma filha.

Jonas Barcellos Correia Filho, 69 anos, é engenheiro civil. Proprietário da Chácara da Mata Velha, em Uberaba, e empresário do setor de free shops e proprietário do grupo Brasif. Conselheiro da Associação Comercial do Rio de Janeiro. Tem quatro filhos. Casado com Paula Abreu. Criador de nelore padrão.

José Carlos Prata Cunha, 55 anos, é médico veterinário e pecuarista. Um dos proprietários da Central VR e filho do pecuarista Torres Homem, um dos responsáveis pela importação dos últimos zebuínos oriundos da Índia. Proprietário da Fazenda Fortaleza, em Valparaíso (SP). Diretor Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB). Casado com Júnia Naves Rodrigues da Cunha, ele tem três filhos.

José Rubens de Carvalho, 49 anos, é criador de brahman e nelore em fazendas nos estados de Goiás e de Tocantins. Natural de Barretos (SP), também atua na diretoria da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura. O pecuarista é casado com Juliana Guimarães Carvalho com quem tem 4 filhos.

Jovelino Carvalho Mineiro Filho, 53 anos, é economista, sociólogo e Pós-graduado em Economia e Sociologia. Nasceu em São Paulo (SP). Casado com Maria do Carmo Abreu Sodré Mineiro. Possui fazendas em Rancharia (SP), Uberaba (MG), Cornélio Procópio (PR) e Pardinho (SP). Proprietário da Fazenda Sant’Anna e Central Bela Vista. Cria brahman, nelore, brangus, braford e angus. Atua e atuou em outras associações: Conselho Nacional do Café, Sociedade Rural Brasileira, Associação dos Criadores de Brahman do Brasil, Associação dos Criadores de Braford, Associação Brasileira de Criadores de Brangus, Associação Brasileira do Novilho Precoce, AACD, MASP (Museu de Arte de São Paulo), Fundação Padre Anchieta – TV Cultura.

Luiz Cláudio de Souza Paranhos Ferreira, 36 anos, é natural da cidade do Rio de Janeiro. É zootecnista. Casado com Renata Martins de Camargos Paranhos Ferreira. Sua propriedade é a Fazenda Japaranduba, localizada em Delta (MG), onde cria nelore mocho.

Marco Túlio Andrade Barbosa, 49 anos, é publicitário, sojicultor e criador de gado de corte. É casado com Ilka Beatriz Cunha Oliveira Barbosa, e tem dois filhos.

Nelson Rafael Pineda Rodrigues, 54 anos, é engenheiro químico e Pós-graduado em Química Orgânica. Casado com Cláudia Pineda, tem três filhos. Agricultor nas áreas de café, citros, seringueiro, pecuarista de gado de corte e leite, selecionador de nelore e girolando.

Paulo Ferolla da Silva, 72 anos, é pecuarista. Foi prefeito da cidade de Uberlândia (MG). Casado com Aparecida Carneiro Ferolla, ele tem três filhos.



Rafael Cunha Mendes, 32 anos, é engenheiro agrônomo com mestrado em Agribusiness pela Ilinoys State University. É natural de Uberaba. Administra as fazendas de propriedade da família localizadas no Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Acre e Uberaba. Cria nelore padrão e nelore mocho. Rafael é solteiro e tem uma filha.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)