Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/12/2014 08:00

Duas empreiteiras disputam ponte sobre o Rio Paraná

O pedágio deverá custar de R$4 a R$5

Bruna Girotto

Dois grupos de investidores disputam a concorrência pelo domínio da rodoferroviária na BR-463, que liga Aparecida do Taboado a Santa Fé do Sul, cidade paulista. A empresa que apresentou a proposta única é a Sanches Tripoloni, que atua no ramo de obras em infraestrutura em São Paulo, Paraná e em Brasília. Outro concorrente é o consórcio composto por três empresas se denominou como Ponte FLC. Apesar dos questionamentos, dois nomes das empresas são mantidos em sigilo. Uma delas seria a Construmat, segundo o secretário Edson Giroto [Obras]. O pedágio sobre a ponte deve custar entre R$ 4 e R$ 5.

A licitação chegou a ser suspensa em razão de uma decisão judicial favorável à Associação dos Municípios do Oeste Paulista (Amop), que é contra o governo de Mato Grosso do Sul explorar o pedágio sem ter investido na construção da ponte.

De acordo com a comissão de licitação da agência, as duas propostas entregues pelas empresas interessadas no certame estão sendo analisadas e não há prazo para que a vencedora seja declarada. A expectativa da Agesul, no entanto, é que o resultado só saia no ano que vem, já na gestão de Reinaldo Azambuja.

A reportagem, de Celso Bejarano e Aliny Mary Dias, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)