Cassilândia, Quarta-feira, 29 de Março de 2017

Últimas Notícias

10/02/2005 17:17

Dourados: Índios Guarani-Kaiowá terão cestas básicas

Cecília Jorge/ABr

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) vai ampliar, em caráter emergencial, a distribuição de cestas básicas para os índios Guarani-Kaiowá em Dourados (MS). Neste ano, duas crianças morreram de desnutrição. Em 2004, a desnutrição matou 15 índios menores de cinco anos nas aldeias de Mato Grosso do Sul, segundo dados da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Nesta sexta-feira (11), 12 toneladas de alimentos vão ser enviadas à aldeia. A partir de março, 1,2 mil cestas básicas vão ser distribuídas regularmente, durante os próximos seis meses. "Essa é uma ação emergencial para socorrer os casos considerados mais graves. Não resta dúvida de que nós temos que ter a médio e longo prazos ações mais estruturantes de todo o governo", disse o secretário executivo do MDS, João Fassarela.

Fassarela afirmou que a ação emergencial também inclui a ampliação do programa Bolsa Família, que atende atualmente apenas 31 famílias. A previsão é atender mais 484 famílias a partir do mês que vem. Segundo Fassarela, o atendimento dessas pessoas depende da revalidação do cadastro do programa pela prefeitura de Dourados.

Durante o Fórum Social Mundial realizado em janeiro em Porto Alegre, Léia Aquino Pedro, da aldeia Nhanderu-Marangatu, de Dourados, denunciou a situação nas aldeias. "As crianças estão morrendo mesmo. O atendimento médico não está bem, encaminhamos para um posto uma criança e tínhamos esperança de que ela voltasse bem, mas quando voltou para a aldeia, morreu no dia seguinte", contou em entrevista à Radiobrás.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 29 de Março de 2017
Terça, 28 de Março de 2017
21:41
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)