Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

22/02/2016 09:00

Dor ciática

BabyCenter Brasil

O nervo ciático é um nervo que vai desde a coluna lombar até os pés, passando pela parte posterior das coxas. Ele permite o movimento dos músculos das pernas e é responsável pelas sensações. A chamada ciática, ou dor ciática, é a dor causada pela inflamação do nervo ciático, ou pela pressão da coluna sobre o nervo. Às vezes o funcionamento do nervo pode ser afetado, o que provoca fraqueza na perna ou sensação de formigamento. A ciática pode aparecer junto com a dor nas costas ou não, e a dor pode se refletir para a perna.

Por que a dor ciática pode aparecer na gravidez?

Ao contrário do que muita gente imagina, não há provas científicas de que a dor ciática seja causada por condições específicas à gravidez. As mudanças no corpo trazidas pela gestação podem provocar dor na região dos quadris e dor nas costas, mas não a ciática.

Às vezes, a ciática pode ser confundida com a dor pélvica, essa sim comum na gravidez. A ciática não é causada pela pressão do bebê sobre o nervo.

Em jovens, muitas vezes a dor é provocada por lesões num disco, que levam à inflamação no nervo, ou pela pressão direta de uma hérnia de disco sobre o nervo. Em pessoas mais velhas, ela pode ser decorrência da compressão de um osso ou um ligamento.

Nenhuma dessas duas situações é comum na gravidez, e, se você tem dor ciática grávida, é provável que ela apareça também em outras situações.

Quais são os sintomas?

A dor ciática pode aparecer em forma de pontadas, de queimação ou de formigamento. Ela vai e vem e varia de intensidade ao longo do dia, costuma afetar um lado só e pode ser tão intensa que torna a locomoção quase impossível. A dor pode afetar a coluna lombar (a região mais baixa da coluna), a área atrás da coxa ou ir do bumbum até o pé. Você também pode sentir formigamento ou "choquinhos" na perna ou no pé. A dor pode ser concentrada ou afetar áreas maiores.

Qual é o tratamento?

Consulte seu ginecologista ou um ortopedista, que poderá indicar fisioterapia. Uma possibilidade é usar uma cinta ou faixa de sustentação, que ajuda a segurar o peso da barriga e alivia a pressão sobre a coluna. O especialista também pode indicar exercícios para fortalecer seus músculos pélvicos, abdominais e das costas -- alongamento para a coluna e pernas pode ajudar a aliviar a dor.

Os antiinflamatórios que aliviariam a dor não devem ser tomados durante a gravidez. O tratamento com remédios terá de esperar até o bebê nascer.

Em casos muito graves, a dor ciática pode exigir uma cirurgia para consertar uma hérnia de disco. Mas esse tipo de tratamento não é feito durante a gravidez.

Dicas para aliviar a dor

Aplique compressas quentes ou geladas na área dolorida para amenizar a dor.

Use sapatos confortáveis e sem salto. Algumas mulheres, porém, observam que se sentem melhor usando um pouco de salto. Converse com o fisioterapeuta ou o ortopedista para orientações detalhadas.

Tente não ficar parada na mesma posição por muito tempo, especialmente sentada ou deitada de barriga para cima.

Preste atenção aos sinais que seu corpo dá e evite as atividades que pareçam deflagrar a dor.

Tome cuidado com a postura e tente manter a coluna ereta. De preferência, se ficar muito tempo sentada, use um travesseirinho ou uma toalha enrolada para apoiar as costas.

Use vários travesseiros para acomodar a barriga na cama.

Evite pegar peso. Se tiver que pegar alguma coisa pesada do chão, dobre os joelhos e mantenha a coluna ereta.

Na hora do parto e depois do nascimento

Na hora do parto normal, há posições mais indicadas para amenizar a dor. Vale a pena pedir orientações ao fisioterapeuta ou ao ortopedista. O uso de uma banheira durante o trabalho de parto pode ser benéfico.

Quando for amamentar, preste bastante atenção à postura. Use uma almofada ou um travesseiro para elevar o bebê até a altura do seu peito, e fique encostada numa superfície firme. Mantenha os pés apoiados no chão ou num banquinho.

Prefira trocar o bebê num trocador, e não no chão ou sobre a cama. Ao pegar o bebê de um local mais baixo, como o chão, o carrinho ou o cercado, dobre os joelhos e tente não torcer a coluna.

Pergunte ao fisioterapeuta sobre exercícios para melhorar sua forma física, sua força muscular e sua flexibilidade. Esse tipo de exercício pode evitar que o problema da dor ciática se perpetue.

Por Alison Bourne, fisioterapeuta especializada em mulheres
Alison Bourne trabalha especialmente com gestantes e mulheres no pós-parto, e é responsável pelo treinamento de outros profissionais de saúde na área. Tem dois filhos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)