Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/02/2007 18:54

Dona de casa condenada a 13 anos por matar marido

Sandra Luz/Campo Grande News

A dona de casa Sulamita da Silva Araújo foi condenada hoje a 13 anos de prisão em regime fechado pela morte do marido, Joafran de Oliveira. O crime ocorreu no início de 2006, após uma série de discussões entre o casal, segundo a denúncia do MPE (Ministério Público Estadual). Sulamita confessou que matou o marido a facadas, com quem foi casada por 20 anos e teve dois filhos, por ciúmes.

O crime foi considerado hediondo e por motivo fútil, por isso, a dona de casa vai cumprir a pena em regime fechado. Conforme depoimento em juízo, os problemas conjugais do casal sempre existiram, mas ficaram mais intensos depois que Joafran fez uma viagem a Maceió em 2003. No encontro, a vítima teria encontrado uma antiga amiga de faculdade, situação que o fez colocar a casa à venda por R$ 15.

O marido, segundo o depoimento de Sulamita, passou a tratá-la com indiferença a classifica-la como “obesa”. Ele também criticaria a comida preparada pela dona de casa, que alega ter sido contaminada com doenças venéreas. Uma carta comprovou a suspeita de que o marido tinha outra mulher.

Por conta da carta o casal iniciou uma séria discussão e Sulamita confessou que pegou uma faca para ameaçar o marido, que não acreditou na provocação. Sem controle, a dona de casa terminou por matar o marido e, depois, foi esconder-se em um vizinho.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)