Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/12/2009 09:44

Divulgado relatório sobre vacinação antirrábica em MS

MS Notícias/ Karla Tatiane de Jesus
Bruna GirottoBruna Girotto

Relatório divulgado nesta segunda-feira (7) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) apresenta o resultado parcial da Campanha de Vacinação Antirrábica Canina e Felina que aconteceu em Mato Grosso do Sul no período de 17 de agosto a 17 de novembro, tendo como o “Dia D” a data de 26 de agosto.

Coube a cada município realizar a campanha adequando-se à realidade local e procurando o maior percentual de resolutividade. A SES ficou responsável pela orientação, monitoramento e suporte da campanha em todo Estado.

A maioria dos 78 municípios optou por um local fixo onde a população deveria levar os cães e gatos para serem imunizados. Já as secretarias municipais de Saúde de Campo Grande e Corumbá decidiram pela visita domiciliar dos técnicos para vacinarem os animais. Este ano, a meta de vacinação estabelecida pelo Ministério da Saúde foi imunizar, no mínimo, 80% dos cães e gatos.

Da estimativa da população canina em MS que é de 456.765, 84,76% foram vacinados – este dado corresponde a 387.168 cães imunizados contra a raiva. Já em relação à população felina do Estado, a estimativa chega a 95.007 animais, desse total apenas 74,06% dos gatos foram vacinados – este percentual corresponde a 70.362.

A secretaria aguarda os dados de oito municípios que ainda não disponibilizaram os dados da campanha. São eles: Camapuã, Itaporã, Japorã, Jardim, Ladário, Paranhos, Rochedo e Sete Quedas.

Dos 70 municípios que entregaram o relatório da campanha, 58 ultrapassaram a meta estabelecida pelo ministério no que diz respeito à cobertura vacinal canina e 41 vacinaram mais de 80% da população felina.

Entre os objetivos da campanha estavam manter em “zero” o número de casos de raiva humana em Mato Grosso do Sul, controlar e eliminar os casos de raiva canina e felina no Estado; desenvolver ações de controle e prevenção da raiva animal juntamente com o Paraguai e a Bolívia, com a meta de aumentar a cobertura vacinal na fronteira; supervisionar as ações de vacinação in loco e capacitar as equipes de saúde.

As pessoas que, por algum motivo não vacinaram seus animais de estimação, devem procurar o Centro de Zoonose da cidade ou a Secretaria Municipal de Saúde. O último registro de caso de raiva humana em Mato Grosso do Sul foi em 1994, contudo, a vacinação dos animais é essencial, pois ainda existe circulação do vírus que provoca a doença.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)