Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/06/2016 07:30

Desmatamentos identificados por satélite resultam em R$ 448 mil em multas

Campo Grande News

Em cinco dias, quatro áreas desmatadas na região sul de Mato Grosso do Sul foram identificadas através de fiscalizações feitas por imagens de satélites pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), gerando multas que, somadas, chegam a R$ 448 mil.

Os terrenos degradados, às vezes, são utilizados para lavoura e pecuária. Outra atividade que gera os problemas é a exploração ilegal de madeira. As ações do Ibama fazem parte da Operação Mata Viva, e dá ênfase aos polígonos de desmatamentos no bioma da Mata Atlântica - que chega até o sul do Estado.

Segundo o agente ambiental federal Werneck Almada, os dados são referentes ao período entre os dias 20 e 25 de maio, e todas as áreas de desmatamentos foram levantadas pela Núcleo de Geoprocessamento do Ibama - que monitora através de satélites as supressões da vegetação nativa da Mata Atlântica e Cerrado.

Nas áreas do bioma Mata Atlântica, não é permitido a exploração e nem tampouco o desmatamento, sendo vedada qualquer tipo de degradação da área. A previsão de multa é de R$ 6 mil por hectare desmatado, com acréscimo ainda de R$ 1 mil por ser vegetação em estágio de regeneração. Ao todo, foram verificados 64 hectares degradados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)