Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/04/2009 08:11

Deputado José Edmar iniciou greve de fome pela

Iolando Lourenço , ABr

Brasília - O deputado José Edmar (PR-DF) iniciou ontem (20), na Câmara dos Deputados, uma greve de fome sem data para terminar. Segundo ele, a greve tem o objetivo de sensibilizar os deputados para discutir e votar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que acaba com o Imposto de Renda e com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Pela PEC, esses impostos seriam substituídos pelo Imposto Único Federal (IUF), com uma alíquota de 2%, sendo 1% no crédito e 1% no débito. Segundo o deputado, a PEC se encontra na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aguardando a análise de sua admissibilidade. Se for aceita pela CCJ, a proposta terá que tramitar em comissão especial e só depois será levada à votação no Plenário da Câmara.

“A minha greve de fome é contra o desemprego que está tomando conta do país por causa da crise. Esse problema tem jeito de se resolvido com a aprovação da PEC que apresentei acabando com o IPI e com o IR. Espero sensibilizar a Casa com essa greve de fome pela apreciação da minha proposta”, justificou o deputado José Edmar.

Ontem, ele comunicou ao plenário durante discurso que estaria entrando em greve de fome. Ele passou parte da tarde e início da noite sentado no salão verde da Câmara e informou que está em greve de fome e não de sono. Por isso, mais tarde, vai para a sala vip do plenário da Câmara para passar a noite e dormir.

“Os jornais e a televisão nos mostram o sofrimento do povo. Não posso ficar inerte diante deste fato. Sempre dediquei os meus mandatos às causas populares. Não vejo outro jeito, senão um gesto de solidariedade com as milhares de pessoas que sofrem com o desemprego e também com os funcionários públicos que não têm aumento e sofrem com a carga tributária maldita”, afirmou.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)