Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

09/10/2015 09:00

Depressão na gravidez

Cuidado Materno

Tenho acompanhado muitas grávidas que vivem momentos em que deveriam se sentir felizes com a gestação, porém, sem motivos aparentes, experimentam um sentimento constante de tristeza, semelhante a uma nuvenzinha cinza que as acompanha aonde quer que vão. Nesses casos, observo quase sempre a culpa rondar essas mulheres, que se cobram estar bem e viver esses momentos com alegria.

Eis as perguntas que são sempre feitas: Por que estão assim? Há motivos para isso? Em alguns casos, há, mas em outros, não.

A tristeza que persiste por mais de quinze dias e interfere no dia a dia da pessoa, impedindo-a de fazer o que fazia anteriormente, deixa de ser tristeza e muda de nome, passando a ser chamada de depressão.

Viver a depressão, tanto para a paciente como para quem convive com ela, não é simples. Nossa sociedade repudia a tristeza como algo proibido. Até que se confirme o diagnóstico, as pessoas sempre têm explicações para o que está acontecendo com quem está deprimido. São comuns comentários de que se trata de algo passageiro, o que nos mostra como é difícil lidar com situações como essa.

A tristeza faz parte da vida e precisa ser integrada a ela. Já a depressão é uma doença e, portanto, deve ser tratada.

Sintomas como perda do interesse e de energia; dificuldade de concentração; alterações do sono, do apetite e da libido; irritabilidade e impaciência; dores sem causa aparente; ideias pessimistas e persistentes; palpitações, entre outros sintomas, também podem caracterizar o diagnóstico de depressão.

Consultar um especialista quando a tristeza persistir, acompanhada ou não de outros sintomas é importante para a saúde da gestante e também para o bebê que está a caminho. Ele necessitará de uma mãe tranquila e segura para prestar-lhe os devidos cuidados quando nascer.

A depressão requer cuidado, atenção e tratamento. Acima de tudo, porém, deve ser vista como uma oportunidade de atribuir novos significados a muita coisa.

Recordo-me de que o ideograma chinês utilizado para representar crise é utilizado também para representar oportunidade. Seria essa a oportunidade de entrar em contato com questões nunca percebidas e integrá-las a esse novo momento?
Com o bebê a caminho, muito já deve ter mudado e ainda mudará. Será que isso assusta?

O uso de medicamentos na gravidez necessita ser prescrito com muita cautela, pois pode prejudicar o desenvolvimento do bebê. Nos casos de depressão mais grave, o risco-benefício deve ser avaliado. A psicoterapia pode ser uma possibilidade de tratamento para a melhora dos sintomas e também uma oportunidade de a gestante entrar em contato com o que talvez esteja contribuindo para essa situação.

No consultório, lido o tempo todo com questões sobre os motivos que causaram a depressão em grávidas que levam uma vida saudável e equilibrada, além de desejarem e terem planejado a gravidez, mas que de repente são tomadas por sentimentos incontroláveis de desânimo e tristeza.

A depressão na gravidez pode estar relacionada às causas mais variadas possíveis. As mudanças hormonais talvez sejam sua principal causa. A própria gravidez, no entanto, pode mobilizar questões muito primitivas nas pessoas, muitas delas inconscientes, desconhecidas não só pela gestante, mas também por quem convive com ela. Nesses casos, não é raro também nos depararmos com maridos assustados ou até mesmo deprimidos.

A gravidez, assim como o nascimento de um bebê, deve ser um momento especial para as pessoas. Sentimentos contraditórios surgem com frequência, o mesmo ocorrendo com oscilações de humor. O momento deve ser de alegria, mas se não for, é fundamental saber que há motivos e saída para isso.

Por Cynthia Boscovich

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)