Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/12/2004 12:51

Delegado diz que vacinação contra aftosa passa de 98%

Fernanda Mathias e Malu Prado / Campo Grande News

O delegado federal de Agricultura, José Antônio Roldão, disse esta manhã, após reunião com a classe produtora na sede da DFA, que a vacinação contra aftosa, embora os dados não estejam totalmente consolidadas, passou de 98% da meta, de atingir cerca de 25 milhões de bovinos na última etapa, encerrada em 15 de dezembro no Pantanal.
Ele reforçou que haverá articulação em busca de mais recursos para a sanidade e que o emprenho agora é em assegurar a melhor fatia dos R$ 30 milhões adicionais aos R$ 112 milhões já liberados este ano e que foram aprovados ontem no Congresso Nacional.
Segundo ele, as situações de maior rebanho nacional e maior faixa de fronteira seca, com o Paraguai, devem favorecer o Estado neste pleito. Este ano já foram recebidos R$ 1,7 milhão em recursos para a sanidade em Mato Grosso do Sul.
Sobre o veto da Austrália à carne brasileira, diante da suspeita de febre aftosa em Paranhos, na fronteira com o Paraguai, Roldão e o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) atribuíram ao fato daquele País ser um dos principais produtores e exportadores e estar tentando se proteger da concorrência, na qual o Brasil tirou o posto da Austrália de maior exportador mundial já no ano passado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)