Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/06/2005 13:07

Delcidio diz que irá trabalhar de maneira conciliatória

Agência Senado

O presidente da comissão parlamentar mista de inquérito que vai investigar as denúncias de corrupção nos Correios, senador Delcidio Amaral (PT-MS), e o relator, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) reuniram-se nesta quinta-feira (16) com a equipe técnica da comissão para tentar definir uma proposta de sistematização dos trabalhos. Delcidio afirmou que pretende trabalhar de "maneira conciliatória" com a oposição para que a CPI funcione efetivamente. O petista informou que o fim de semana será de trabalho para que a reunião da terça-feira (21) seja produtiva.

Até agora, a CPI dos Correios recebeu quase 90 requerimentos, que passarão por uma triagem para serem agrupados. O relator Serraglio adiantou, entretanto, que não serão analisados pedidos que possam criar algum "conflito de competência de CPI", e que requerimentos para ouvir alguém ligado às denúncias sobre o pagamento de mesada, o chamado mensalão, a deputados da base para votarem de acordo com a orientação do governo, neste momento não serão examinados, "o que não afasta uma análise posterior".

Serraglio também informou que a Mesa da CPI já preparou um ofício para requisitar as duas gravações integrais, feitas em dias distintos, que mostram o ex-diretor de departamento dos Correios Maurício Marinho, recebendo propina.

- Também vamos pedir tudo que a Polícia Federal e o Ministério Público tiverem sobre as investigações.

Já o senador Delcidio defendeu o trabalho da CPI inclusive no recesso. Não se sabe, ainda, entretanto, se o Congresso funcionaria em julho por autoconvocação ou convocação extraordinária. O presidente da CPI disse acreditar que a intenção da oposição de trabalhar com um "relator paralelo" - que seria o senador César Borges (PFL-BA) - não será necessária.

- César Borges é meu amigo, um homem de bem, competente e sério. Ele vai trabalhar junto conosco, não precisa de relator paralelo porque o ambiente vai ser de absoluta confiança - garantiu.

A idéia difundida pela imprensa e defendida pela oposição de que a CPI é "chapa branca" também foi rechaçada por Serraglio, que considerou o carimbo "injusto".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)