Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/07/2004 14:54

Delcídio discute ampliação do Luz para Todos em MS

Dourados News

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) reuniu-se hoje, em seu escritório, em Campo Grande, com diretores da Enersul, para discutir as próximas etapas do Programa Luz para Todos em Mato Grosso do Sul. Estiveram presentes o presidente da empresa, Antonio Oliva, e os diretores Jorge Martins (Comercial) e José Antonio Pimentel (assessor da diretoria).

Oliva relatou a Delcídio que até o final de julho estará concluída a implantação do Luz Para Todos em 5 assentamentos no interior do estado : Capão Bonito III, Vacaria e Vista Alegre, em Sidrolândia, Margarida Alves, em Rio Brilhante, e Juncal, em Naviraí. Ao todo, foram investidos R$ 1 milhão e 367 mil em recursos próprios da Enersul e do Governo Federal, para levar energia a 363 famílias, naquele que é considerado o Projeto Pioneiro do Luz para Todos em Mato Grosso do Sul.

- Esse programa, no qual tenho me empenhado desde que o Congresso começou a debater, no ano passado, o novo modelo do setor elétrico, vai garantir melhor qualidade de vida a milhões de pessoas das comunidades mais distantes do interior do Brasil. Só quem vive no escuro sabe a importância de receber em casa a energia que acende a lâmpada, liga o aparelho de tv, a geladeira, um ventilador, movimenta uma pequena máquina agrícola, enfim, muda o estilo de vida. Graças ao esforço do governo federal , das administrações estaduais e também ao compromisso das concessionárias, a energia vai chegar a todos os lares brasileiros até o final de 2008, por mais distantes que eles estejam.

Aqui em Mato Grosso do Sul nossa meta é mais ambiciosa. A Enersul se adiantou e esse objetivo será alcançado até 2006 - afirmou o senador, que é engenheiro eletricista e ocupou vários cargos no setor elétrico, entre eles o de Ministro das Minas e Energia, diretor da Eletrosul e da Enersul. Delcídio trabalhou também na construção da Usina de Tucuruí, no Pará.

Delcídio destacou também o empenho dos governos federal e estadual na execução do Luz para Todos.
- O presidente Lula não este medindo esforços para levar energia a todos os lares brasileiros. O ministério negociou diretamente com todas as concessionárias do país e os governos estaduais para firmar uma parceria, onde o poder público arca com metade dos custos e as empresas com o restante.

Em Mato Grosso do Sul, o governador Zeca do PT tem se empenhado pessoalmente. Por isso o programa aqui está mais adiantado que em outras unidades da federação - afirmou.

A diretoria da Enersul apresentou ao senador os planos para a Fase 1 do programa Luz para Todos em Mato Grosso do Sul. Esta etapa já está em execução e vai levar, até julho de 2005, energia a 7.736 famílias de diferentes regiões do estado, em um investimento total de R$ 50 milhões e 129 mil. São 4.460 famílias que vivem em 54 assentamentos e outros 3.276 consumidores particulares. De acordo com a diretoria da Enersul, 4 mil ligações deverão estar concluídas até o final deste ano. Os critérios para seleção dos assentamentos que serão beneficiados na Fase 1 foram definidos pelo INCRA e o governo do estado. Terão prioridade os núcleos mais antigos e aqueles que reúnem o maior número de assentados.

A diretoria da Enersul contou a Delcídio que o projeto para levar energia às 1.130 famílias assentadas na Fazenda Itamaraty, em Ponta Porã, já está pronto. Só falta agora a transferência da .Assim que isso acontecer, as obras serão iniciadas.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)