Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/07/2005 16:17

Delcídio acha difícil tirar "Correios" do nome da CPI

Fabiana Silvestre / Campo Grande News

O presidente da CPMI dos Correios, senador Delcidio Amaral (PT-MS), considerou "pertinente" a preocupação do ministro das Comunicações, Hélio Costa, com a imagem dos Correios, mas disse hoje achar difícil mudar o nome da comissão que apura denúncias de corrupção nos Correios.

"Regimentalmente, pelo menos do meu ponto de vista não [é possível mudar o nome da comissão], mas vou levar esse assunto, vou pedir a assessoria jurídica da CPI para fazer essa análise", disse Amaral à Folha Online, ao informar que colocará o pedido do ministro em pauta na reunião administrativa da comissão marcada para a próxima terça-feira.

Costa entregou hoje ao senador um ofício sugerindo "que seja substituída a denominação CPMI dos Correios". Ele alega que fatos isolados praticados por um ou outro empregado não deveriam envolver a instituição como um todo. Segundo o ministro, o pedido para que a comissão tente "minimizar" o uso do nome da instituição foi feito em nome dos 108 mil funcionários e dos 100 anos de história dos Correios.

Conforme a Folha, Amaral destacou que a CPI foi criada e nomeada com base em um fato gerador, no caso "a apuração de atos delituosos praticados por agentes públicos nos Correios", e também pelo de a sua criação ter sido aprovada pelo Congresso Nacional. Mas o ministro das Comunicações argumentou que, nas últimas semanas, as denúncias relativas à instituição foram deixadas de lado, e o que está em pauta são "coisas completamente diferentes".

Diante da dificuldade regimental para a mudança, exposta pelo presidente da comissão, Costa decidiu, então, fazer um apelo à imprensa para que diminua a exposição da instituição. "Confesso que não tenho uma posição de como eventualmente mitigar essa exposição forte de uma instituição tão importante para o Brasil, para todos os brasileiros como a Empresa de Correios e Telégrafos", disse Amaral ao final do encontro com o ministro.

Diante do apelo de Hélio Costa, o deputado Welinton Fagundes (PL-MT) decidiu encampar a defesa dos Correios. Um requerimento de sua autoria deverá ser colocado em votação na próxima reunião da CPI para tentar mudar o nome da comissão. Questionado qual seria a alternativa, o deputado sugeriu que a rebatizar como "CPI da Corrupção Valeriana", numa referência ao envolvimento do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza.

"Queremos resgatar a imagem dos Correios", justificou. Segundo o deputado, se a comissão não tem autonomia para mudar o seu próprio nome, o assunto poderia ser discutido pelo Congresso. Hélio Costa sugeriu que a comissão passasse a se chamar "CPI do Combate à Corrupção".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)