Cassilândia, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

04/12/2006 15:12

Déficit cairia pela metade com repasse da CPMF

O déficit do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) cairia pela metade, caso o governo não desviasse dinheiro pertencente à área, nem usasse cofre alheio – a Previdência é patrimônio dos trabalhadores - para ser generoso e oferecer benesses fiscais a diversos setores, como empresários e fazendeiros. O extravio e a cortesia vão custar R$ 20 bilhões ao INSS este ano. O déficit esperado pelo governo é de R$ 42 bilhões.

A verba sonegada à Previdência é uma fatia da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). De cada R$ 100 arrecadados com o tributo, R$ 26 devem ficar com o INSS, por ordem da Constituição. Este ano, o não-repasse causará um desfalque de R$ 8,5 bilhões, segundo a Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência.

Desde o início da vinculação de parte da CPMF à Previdência, a equipe econômica sempre alegou que os recursos são repassados quando o Tesouro Nacional, repartição do Ministério da Fazenda, cobre o déficit. Essa opção contábil, contudo, produz um prejuízo maior da Previdência, o que ajuda a alimentar propostas de uma reforma que endureça as regras de obtenção de benefícios pelos trabalhadores.

As pastas da Previdência e da Fazenda estão negociando para que, a partir de 2007, a CPMF entre no caixa do INSS direto como receita. A Previdência já tem simulações do impacto da nova medida. Entre janeiro e outubro deste ano, o déficit estaria em R$ 30 bilhões, e não em R$ 37 bilhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)