Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

07/04/2008 16:45

Defesa do Consumidor discute venda fracionada de remédio

Agência Câmara

A Comissão de Defesa do Consumidor promove audiência pública nesta quarta-feira (9) para debater o impasse entre a posologia dos medicamentos e sua comercialização.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) ressalta que o fracionamento dos medicamentos no País é de extrema relevância para os consumidores, que se vêem obrigados a adquirir uma quantidade às vezes muito superior à posologia indicada na bula ou mesmo à receitada pelo médico. "Os laboratórios continuam comercializando a medicação em embalagens com uma quantidade incompatível com o tratamento indicado, onerando desnecessariamente os consumidores." Delgado acrescenta que o medicamento em excesso acaba sendo descartado posteriormente por ter perdido a validade ou, ainda pior, sendo utilizado para automedicação.

Em maio de 2006 o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou decreto (5775/06) que autoriza a venda de medicamentos fracionados em drogarias. Até então, somente as farmácias poderiam vender os medicamentos na forma fracionada. Com o decreto, os estabelecimentos passaram a não precisar mais de licença diferenciada para vender medicamentos por unidades.

Convidados
Foram convidados para o debate o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Dirceu Raposo de Mello; os presidentes do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Jaldo de Souza Santos; do Conselho Federal de Medicina (CFM), Edson de Oliveira Andrade; e da Federação da Indústria Farmacêutica (Febrafarma), Ciro Mortella; além de representante do Instituto Brasileiro de Defesa dos Usuários de Medicamentos (Idum), Antonio Barbosa; e da coordenadora jurídica e de relações internacionais do Pro Teste, Maria Inês Dolci.

O debate será às 14 horas, no plenário 10.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Junho de 2017
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)