Cassilândia, Terça-feira, 23 de Maio de 2017

Últimas Notícias

19/05/2017 20:00

Decreto municipal torna obrigatória cláusula anticorrupção em contratos

Campo Grande News

 

A partir desta sexta-feira (19), os contratos administrativos firmados com a prefeitura de Campo Grande terão que, impreterivelmente, incluir uma cláusula anticorrupção. A obrigatoriedade foi divulgada na edição de hoje do Diário Oficial, por meio da Secretaria Municipal da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência.

Assinado pelo prefeito Marquinhos Trad, o decreto nº 13.159 de 18 de maio de 2017 exige a inclusão da cláusula anticorrupção considerando os termos da lei nº12.846, de 1º de agosto de 2013, que dispõe sobre a responsabilização objetiva administrativa e civil de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira.

O texto estabelece que, para a execução dos contratos, “nenhuma das partes poderá oferecer, dar ou se comprometer a dar a quem quer que seja, ou aceitar ou se comprometer a aceitar de quem quer que seja, tanto por conta própria quanto por intermédio de outrem, qualquer pagamento, doação, compensação, vantagens financeiras ou não financeiras ou benefícios de qualquer espécie que constituam prática ilegal ou de corrupção, seja de forma direta ou indireta quanto ao objeto deste contrato, ou de outra forma a ele não relacionada, devendo garantir, ainda, que seus prepostos e colaboradores ajam da mesma forma”.

"O decreto integra todo um conjunto de ações pelo cumprimento de probidade administrativa e reforça as práticas pela boa governança. A cláusula tem caráter de prevenção e combate à corrupção", informou ao Campo Grande News o secretário adjunto da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência, Luciano Martins.

A medida não é retroativa, ou seja, só contemplará os contratos firmados a partir desta sexta-feira (19). Entretanto, as atualizações de contratos firmados anteriormente, como termos aditivos, por exemplo, deverão conter a cláusula.

O secretário disse ainda que a legislação já prevê medidas de segurança em casos de improbidade administrativa. Criada no início do ano, a Controladoria-Geral do município é responsável pela gestão da Ouvidoria, Corregedoria, Transparência Pública e Auditoria.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 23 de Maio de 2017
Segunda, 22 de Maio de 2017
21:25
Loteria
10:00
Receita do Dia
Domingo, 21 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)