Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/01/2004 07:49

Declarações feitas por Zeca foram minimizadas ontem

Maristela Brunetto/Campo Grande News

As declarações feitas anteontem pelo governador Zeca do PT contra a administração da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Mato Grosso do Sul, de omissão e transporte de terenas de Mato Grosso para “inflar” o movimento por terra na reserva Buriti, acabaram sendo minimizadas ontem, durante reunião com o presidente do órgão, Mércio Pereira Gomes. Segundo o secretário de Justiça e Segurança Pública, o pedido de demissão de administrador em Campo Grande, Márcio Justino, não chegou a ser abordado na conversa.
Já Gomes disse que a vinda de terenas do estado vizinho em carros da Funai não foi discutida porque o governo pode ter visto que seria improvável ter ocorrido. O governador e o secretário disseram hoje que tal denúncia teria chegado ao prefeito de Dois Irmãos do Buriti, Osvane Ramos (PT). Ontem, após o governador ter tornado a informação pública, Ramos disse ao Campo Grande News que ela teria sido constatada por serviços de inteligência policial.
Sobre o pedido de demissão de Justino, o presidente da Funai disse que não trataria do assunto. Enquanto ele conversava com Zeca, no mesmo prédio onde fica a Governadoria havia um grupo de mais de 20 índios para pedir a substituição de Justino. Gomes disse que recebeu um documento do grupo e não iria responder. “Vou pedir uma auditoria”, disse.
Ele afirmou ainda que o ideal é colocar uma pessoa mais capacitada, "com formação superior", para assumir o papel de interlocução com o governo estadual em questões relacionadas aos índios. Hoje há 3 administrações independentes no Estado- em Campo Grande, Dourados e Amambai- e não há um chefe do órgão no Estado.
Segundo o presidente, o mais importante neste momento é tratar da situação dos guarani, que têm até terça-feira para desocupar 14 fazendas em Japorã. Por enquanto eles dizem que não saem da área.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)