Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/08/2016 10:30

Cresce confiança em melhora na economia, revela pesquisa do DataSenado

Agência Senado

 

Mais otimista com o futuro da economia, o brasileiro continua apontando a corrupção como o maior problema do país. Empatadas, saúde e segurança pública aparecem como segunda preocupação nacional, seguidas por emprego e custo de vida, que estão em terceiro e quarto lugar na escala das dificuldades da população. É o que revela pesquisa nacional do Instituto DataSenado, realizada em junho, quando 34% dos entrevistados disseram confiar que sua condição econômica vai melhorar nos próximos seis meses. Em dezembro de 2015, 29% tinham essa expectativa.

Influência nas decisões políticas

A pesquisa registrou ainda que, majoritariamente (81%), os brasileiros acreditam que a participação da sociedade influencia as decisões políticas; 66%, 49% e 45% julgam, respectivamente, que as manifestações de rua, debates sobre política na Internet e as greves são muito importantes para a democracia. Dos entrevistados, 69% declaram não ter participado de manifestações de rua nos últimos meses.

Entre os que afirmaram participar de discussões sobre política na Internet, 14% disseram fazer isso “sempre” e 37% só “às vezes”. E 74% dos pesquisados disseram não ter proximidade com nenhum dos 35 partidos políticos brasileiros.

No entanto, 47% dos entrevistados disseram acompanhar o noticiário político mais de cinco dias por semana e 39% responderam que têm “interesse médio” por política. A atuação do Senado no processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff foi avaliada como ótima por 36%. Houve empate em 31% nas avaliações de regular e de ruim/péssima.

Centro e direita

Na décima pesquisa da série histórica, que começou em 2011, o Instituto DataSenado incluiu pergunta sobre a posição política dos entrevistados. Majoritariamente, os brasileiros informaram ter identificação com partidos de centro e de direita, respectivamente 41% e 32%. E 20% apontaram a esquerda como opção política. A série histórica compreende pesquisas semestrais sobre a atuação do Congresso e do Senado, em particular, e também sobre questões sociais e políticas do cenário nacional.

Os pesquisados também registraram que, nos últimos seis meses, pioraram tanto a sua sensação de bem estar quanto a da própria condição econômica.

Entre os dias 21 de junho e 1º de julho, foram ouvidos 1.100 brasileiros, maiores de 16 anos, do Distrito Federal e de todos os estados. A pesquisa está disponível na página do Instituto DataSenado, no portal da Transparência do Senado: www.senado.leg.br/datasenado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)