Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/08/2005 06:50

CPMI da Compra de Votos vai rastrear depósitos

Laycer Tomaz - Agência Câmara

Marcos Valério nega que tenha depositado o pagamento de Duda Mendonça em conta bancária no exterior.
A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Compra de Votos aprovou, nesta quinta-feira, a contratação de uma empresa de consultoria para rastrear depósitos internacionais relacionados à campanha do PT em 2002.
A sugestão do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP) foi aceita depois que o publicitário Duda Mendonça disse, na CPMI dos Correios, que o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza teria sugerido a ele a abertura de conta bancária no exterior para "facilitar" o recebimento de aproximadamente R$ 10 milhões. Esse valor, explicou Duda Mendonça, foi depositado pelo seu trabalho na campanha do PT em 2002. O publicitário disse ainda que o pagamento foi feito em conta aberta no paraíso fiscal das Bahamas, de forma fracionada, por meio de recursos de vários bancos internacionais.

Valério nega versão
Já o empresário Marcos Valério, acusado de ser operador do suposto esquema conhecido como “mensalão”, disse nesta quinta-feira na CPI Mista da Compra de Votos que pagou R$ 15,5 milhões a Duda Mendonça a pedido do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. O empresário garantiu aos parlamentares que o dinheiro foi repassado em 22 cheques, e não por meio de depósitos em conta no exterior.
Marcos Valério compareceu à CPMI da Compra de Votos apenas para entregar documentos sobre sua movimentação financeira, mas, diante das declarações de Duda Mendonça na outra CPMI, decidiu ficar para dar a sua versão dos fatos.
Valério também negou que tenha orientado o publicitário a abrir uma conta em um paraíso fiscal nas Bahamas. "A partir do ponto que ele fala que eu o obriguei a abrir uma conta, isso não é verdade”, disse.
O empresário assegurou ainda que quem mandou o dinheiro para o exterior foi um consultor financeiro indicado por Zilmar Fernandes, sócia do publicitário Duda Mendonça.

Acareação
O depoimento de Marcos Valério, porém, não convenceu todos os integrantes da CPI da Compra de Votos. O senador Sibá Machado (PT-AC) apresentou à comissão um pedido formal de acareação entre o empresário Marcos Valério de Souza e o publicitário Duda Mendonça, pois acredita que os dois mentem em seus depoimentos.
O deputado Raul Jungmann (PPS-PE) também aposta em uma acareação. "Marcos Valério está manipulando a comissão", disse Jungmann. "Ele está omitindo fatos e muda a versão a cada depoimento. A minha conclusão é que Valério cumpre uma estratégia de revelar crimes menores para ocultar crimes maiores."

Marcos Valério, que depõe nesta sexta-feira na Polícia Federal, volta na segunda-feira (15) à CPMI da Compra de Votos para entregar os documentos relativos às empresas DNA e Grafite.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)