Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/09/2005 09:16

Corregedores eleitorais assinam a Carta de Brasília

TRE/MS

Foi realizada em Brasília, no dias 12 e 13 de setembro, a I Reunião Extraordinária do Colégio de Corregedores da Justiça Eleitoral, com o objetivo de debater e apresentar propostas eficientes de alteração legislativa quanto ao processo eleitoral. As sugestões já foram entregues ao Ministro Gomes de Barros, Corregedor-Geral Eleitoral do TSE.

Veja abaixo a cópia da Carta de Brasília assinada pelos Corregedores Eleitorais de todo o país.

Carta de Brasília

Os Corregedores dos Tribunais Eleitorais, reunidos extraordinariamente na cidade de Brasília, vêm a público externar seu posicionamento ante os episódios que precipitaram a grave crise política que se instalou no País.

Como cidadão, assistimos à sucessão desses insólitos acontecimentos com a perplexidade que assola a toda a sociedade brasileira, aturdida pelo volume de irregularidades, ilicitudes e ilegalidades, expostas pelas investigações conduzidas pelas múltiplas frentes de apuração.

Como magistrados, operadores do Direito, titulares da função correcional, aguçamos nosso senso de responsabilidade com o fito de ampliar a participação deste Colegiado na geração de propostas de aperfeiçoamento da legislação, visando dotar a Justiça Eleitora de ferramentas que tornem efetiva a aplicação de sanções diante da ruptura do arcabouço normativo que deve orientar o processo eleitoral.

Atentos ao cumprimento da missão das Corregedorias Eleitorais, de velar pela regularidade dos serviços eleitorais, assegurando a correta aplicação de princípios e normas, prestamos à Nação o contributo de apresentar sugestões para esmerar mecanismos que auxiliem na realização de um processo eleitoral marcado pela lisura, transparência e legitimidade, retribuindo, com rigor, mediante a célere prestação jurisdicional – marca desta Justiça especializada – as tentativas espúrias de tisnar a escolha dos representantes do povo e as instituições do Estado Democrático de Direito que, sob histórica resistência, foram instauradas no País.

Corroborando os esforços envidados pelo Tribunal Superior Eleitoral, encorpamos as iniciativas do Poder Judiciário Eleitoral de não mais aguardar passivamente o aprimoramento do sistema eleitoral, sem destacarmos a colaboração fruto das experiências decorrentes do conhecimento da realidade fática voltado à aplicação do Direito.

Nossa consciência assim anseia. Nosso dever funcional assim proclama. Nossa missão institucional assim exige.

Brasília, 13 de setembro de 2005.

Ministro Humberto Gomes de Barros Des. Marco Villas Boas

Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral Presidente do Colégio de Corregedores (CRE/TO)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)