Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/07/2012 23:57

Corinthians é campeão da Libertadores

FPF

O dia que todo corintiano esperava finalmente chegou. O dia 04 de julho de 2012 entra definitivamente para a história do alvinegro, com a inédita e incontestável conquista da Taça Libertadores da América. O caminho para a vitória no torneio continental começou em fevereiro e além de tirar um peso das costas do torcedor corintiano, ainda gerou alguns ídolos, como Emerson, herói na decisão.

A primeira partida do alvinegro paulista na competição aconteceu no dia 15 de fevereiro, em San Cristóbal, na Venezuela, diante do Deportivo Táchira. Apesar de sair atrás no placar, o Corinthians conseguiu um empate no último minuto, com o volante Ralf.

O segundo jogo, disputado no Pacaembu, aconteceu 21 dias depois, diante dos paraguaios do Nacional. A equipe brasileira não deu chances para seu adversário, vencendo pelo placar de 2 a 0. Diante dos mexicanos do Cruz Azul, em jogo válido pela terceira rodada, os comandados de Tite seguraram a pressão de atuar fora de casa e na altitude, conseguindo um empate sem gols.

O primeiro turno de jogos da primeira fase já havia acabado, então era chegada a hora de enfrentar os mesmos adversários novamente, porém com mando invertido. No Pacaembu, o Corinthians fez valer seu mando e venceu o Cruz Azul por 1 a 0, deixando a classificação bem encaminhada.
A próxima partida seria no Paraguai e o time brasileiro não temeu a condição de visitante, vencendo o Nacional por 3 a 1. Para encerrar a participação na primeira fase e garantir a segunda melhor campanha na classificação geral, o Corinthians recebeu o Deportivo Táchira no Pacaembu e aplicou uma grande goleada de 6 a 0.

Vindo de uma classificação suada, os equatorianos do Emelec cruzaram o caminho do alvinegro nas oitavas de final, porém não conseguiram parar os comandados por Tite. No Equador a partida terminou empatada sem gols e no Brasil, o Corinthians venceu, sem contestação, por 3 a 0.
Nas quartas, o adversário era um velho conhecido. Poucos meses antes, Corinthians e Vasco haviam disputado ponto a ponto o título brasileiro e mais uma vez o destino colocava os dois frente a frente. No Rio de Janeiro, empate por 0 a 0 e em São Paulo, de forma sofrida, o Corinthians venceu por 1 a 0.

Se a fase anterior já havia dado fortes doses de emoção ao corintiano, a semifinal prometia deixar o clima de tensão ainda maior. Pela frente, o Corinthians teria de enfrentar o Santos, atual campeão da competição. Na primeira partida, na Vila Belmiro, a vitória por 1 a 0 deu ao time da capital paulista a possibilidade de se classificar com um empate e foi o que aconteceu. Em casa, os comandados de Tite empataram por 1 a 1 e alcançaram a inédita final do torneio.

No dia seguinte à classificação para a final, o Corinthians conheceu quem seria seu adversário. Tratava-se nada mais do que o Boca Juniors, um dos mais tradicionais times do continente. Na temida La Bombonera, o gol de Romarinho, aos 40 minutos do segundo tempo, manteve a campanha invicta do Corinthians e deixou a decisão sem favoritos para a segunda partida. O resultado final foi de 1 a 1.

No jogo da volta, no Pacaembu, o time comandado pelo técnico Tite e empurrado por quase 40 mil torcedores apaixonados, venceu por 2 a 0 com os dois gols marcados pelo atacante Emerson Sheik.

Ao todo, o Corinthians fez 14 partidas e conquistou oito vitórias e teve outros seis empates. Seu ataque funcionou bastante e marcou 22 gols enquanto a defesa foi impecável, sofrendo apenas quatro gols. Herói da grande decisão, Emerson terminou a competição como o artilheiro do Corinthians com cinco gols anotados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)