Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/11/2005 13:35

Conselho aprova cassação de José Dirceu

Agência Brasil

Por 13 votos a um, o Conselho de Ética da Câmara aprovou novamente nesta sexta-feira o parecer do relator do processo contra o deputado e ex-ministro José Dirceu (PT-SP), que pede a cassação do mandato parlamentar do petista. O caso segue, agora, para votação no plenário da Casa.

Os integrantes do Conselho aprovaram hoje requerimento pedindo para que o plenário vote o processo de cassação na próxima quarta-feira. O presidente da Casa, Aldo Rebelo (PC do B-SP), afirmou ontem que pretende colocar em votação no dia 23.

O presidente do Conselho, Ricardo Izar (PTB-SP), não votou. Angela Guadagnin (PT-SP) foi a única que votou a favor de Dirceu, que não participou da sessão.

O Conselho de Ética chegou a votar o processo contra José Dirceu na semana passada, mas uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) anulou a sessão. Na ocasião, os parlamentares aprovaram o voto do relator também por 13 votos a um.

Os advogados de Dirceu anunciaram que irão entrar com mais um mandado de segurança no Supremo.

Esquema

O deputado petista é acusado de ser o mentor do esquema de distribuição de dinheiro a deputados de partidos aliados em troca de apoio ao governo.

Após sucessivas protelações, o processo deverá ser julgado no plenário da Câmara no dia 23 de novembro.

Dirceu tem reafirmado que as decisões tomadas contra ele são políticas e que os membros do Conselho não terão coragem de votar pela sua absolvição, ainda que não existam provas contra ele.

No entanto, ele acredita que o resultado da votação poderá ser diferente no plenário da Câmara. Ao contrário do que ocorre no Conselho de Ética, a votação em plenário é secreta.

Outros acusados

No próximo dia 9, o plenário da Câmara vai apreciar o processo contra o deputado Sandro Mabel (PL-GO). Nesta semana, o Conselho de Ética aprovou, por unanimidade, o pedido de arquivamento do processo contra o parlamentar.

O Conselho ainda tem 11 processos para analisar. "Quando aumentar o volume de processos, o presidente vai colocar dois ou três por semana", disse Izar.

De acordo com ele, se o Conselho não conseguir finalizar os trabalhos até o dia 20 dezembro, será feita uma autoconvocação. "Não havendo possibilidade, já está acertado que vai haver uma autoconvocação não remunerada e nós vamos trabalhar janeiro e fevereiro aqui."

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)