Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/06/2015 21:18

Conselheiro desiste de aposentadoria e retorna ao Tribunal Contas

Antonio Marques, Campo Grande News
Com a anulação da aposentadoria pelo TJ/MS, o conselheiro José Ricardo Cabral retornará ao Tribunal de Contas (Foto: Divulgação site TCE)Com a anulação da aposentadoria pelo TJ/MS, o conselheiro José Ricardo Cabral retornará ao Tribunal de Contas (Foto: Divulgação site TCE)

O conselheiro José Ricardo Pereira Cabral, depois ter sua aposentadoria anulada pelo TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso Sul) nessa quarta-feira, 10, desistiu de recorrer da decisão e protocolou hoje, 11, pedido para retomar sua cadeira do TCE/MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul). Com isso, o deputado estadual Flávio Kayatt (PSDB), que era cogitado a ocupar a vaga, vai ter que esperar mais um pouco.

José Ricardo Cabral foi nomeado para exercer o cargo de conselheiro em 01 de dezembro de 2006 e completou 60 anos de idade no início do mês de maio passado. Em 2014, ele assumiu a vice-presidência do TCE, quando decidiu pedir aposentadoria antecipada.

A disputa para assumir a vacância, que seria do ex-deputado Antonio Carlos Arroyo e chegou a ser nomeado em novembro do ano passado, foi parar no Tribunal de Justiça, depois que o corpo diretivo do Tribunal de Contas realizou sessão extraordinária e anulou o processo de aposentadoria e recorreu ao TJ/MS para anular a nomeação de Arroyo.

Com a decisão de retornar ao TCE/MS, a próxima vacância seria com a aposentadoria da conselheira Marisa Serrano, que completaria o tempo pela idade em 2017, quanto completará 70 anos. Porém, com aprovação da PEC da “bengala” aprovada no Congresso Nacional, ela deverá pedir aposentadoria somente aos 75 anos, ou seja, em 2022.

De acordo com a legislação, os conselheiros do TCE/MS, além de atingir a idade deve ter pelo menos 5 anos de atuação no Tribunal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)