Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/04/2006 06:02

Confirmado novo foco de aftosa em animais de Japorã

Shislaine Vieira/Campo Grande News

A Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) encontrou novamente foco de aftosa em alguns animais de uma pequena propriedade em Japorã, município a 472 quilômetros de Campo Grande, na região Sul do Estado. A propriedade tem 137 animais que devem ser sacrificados ainda nesta semana.
Recentemente, cerca de 20 suspeitas surgiram no município, que seguiram para análises, como parte da investigação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
O foco foi confirmado nesta quarta-feira, de acordo com o diretor-presidente da Iagro, João Cavalléro. Ele explicou ao Campo Grande News, que a descoberta deste novo foco é continuidade dos trabalhos desenvolvido desde o aparecimento dos últimos focos, na região Sul de Mato Grosso do Sul, desde outubro do ano passado. “O aparecimento do vírus é a continuidade do trabalho. Sacrificamos animais, introduzimos sentinelas, em Eldorado e Mundo Novo, e estávamos preparando a área de Japorã, que é uma área mais sensível por estar na região de fronteira, para receber animais”, explicou. O foco, de acordo com Cavalléro, foi descoberto após uma “busca de circulação viral” na região, onde foram confirmados animais soropositivos. Ele não disse em quantos animais os sintomas da febre aftosa foram encontrados, mas ressaltou que como medida de segurança, os 137 animais da propriedade devem ser sacrificados. “Buscamos a transparência nos trabalhos para recuperar o status sanitário”, enfatizou. Cavalléro disse que a decisão de sacrificar todos os animais da propriedade foi tomada hoje, em conjunto com o Governo Federal.
O presidente da Iagro lembrou que os animais estão numa área onde a vacina contra a febre aftosa não é aplicada há um ano. “Eles estão há 12 meses sem vacina, que não foi aplicada na região para não comprometer o resultado das medidas sanitárias e alterar o resultado dos exames. Uma área de grande risco”, confirmou.
O sacrifício dos animais deve acontecer ainda nesta semana, dependendo apenas da montagem de uma estrutura na região para os trabalhos.
Japorã, antes da descoberta deste foco, estava sendo preparada para receber os animais sentinelas, que comprovam a existência ou não do vírus na região. Cavalléro afirmou que estes animais, cerca de 1.300, devem estar em propriedades da região na próxima semana.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)