Cassilândia, Segunda-feira, 01 de Junho de 2020

Últimas Notícias

27/03/2020 18:00

Comitê decide reabrir comércio de maneira gradativa a partir do dia 1º de abril

Prefeitura de Aparecida do Taboado
Prefeito, Secretário de Saúde e demais membros do Comitê contra o Covid-19Prefeito, Secretário de Saúde e demais membros do Comitê contra o Covid-19

O Comitê de Enfrentamento ao Covid-19 decidiu hoje (27), na primeira reunião do grupo, pela flexibilização do funcionamento do comércio durante este período de emergência em saúde pública decretado pelo Poder Executivo – que iria até 6 de abril – em função da pandemia do novo coronavírus anunciada pela Organização Mundial de Saúde. Esta foi a primeira reunião do grupo, criado nesta terça-feira (26) pela Prefeitura Municipal.

A medida atende solicitação da Associação Comercial (ACIAT), representada pelo presidente Toninho da Agrovett e tesoureiro José Ivo Bernardes, que justificaram a possibilidade de gerar uma crise econômica no município com o impedimento total das atividades comerciais, “a gente entende as questões sanitárias, mas nosso comércio não vai aguentar muito tempo fechado”, alertou Toninho.

Em contrapartida, o secretário Márcio Galdino frisou que este é o momento de salvar vidas, “nós precisamos olhar pela economia, mas não podemos deixar de nos preocupar com a saúde. É momento de cautela, de apreensão”.

O secretário diz que o fator econômico é muito importante, mas que a população precisa estar consciente da importância do isolamento social para evitar a disseminação do vírus e pediu para que as pessoas só procurem o comércio se for extremamente necessário, “a colaboração de todos nesse momento será fundamental”, frisou Márcio, se referindo ainda ao fato de que os comerciantes terão que seguir as recomendações sanitárias determinadas pelas organizações de saúde.

Representando o Conselho Municipal de Segurança Pública, o delegado Dr. Fabiano Arlindo Alves chamou a atenção para a importância de estabelecer restrições agressivas à movimentação de pessoas a fim de evitar aglomerações para acentuar a curva de contágio, mas oferecendo condições – ainda que mínimas – para que o comércio continue exercendo suas atividades e os prejuízos não sejam ainda maiores, “a dificuldade reside na cooperação da população.

Nenhum dos modelos [isolamento vertical e isolamento horizontal] funcionam se a população não colaborar. A conscientização por parte do poder público precisa ser constante e nós vamos estar vigiantes para que sejam cumpridas todas as recomendações sanitárias propostas”, disse ele.

Pontuadas as questões, ficou decidido que haverá o isolamento vertical, permitindo o funcionamento do comércio de forma gradativa, ou seja, alguns setores poderão voltar à atividade já no dia 1º de abril mediante regras semelhantes as já estabelecidas aos serviços essenciais, como farmácias e supermercados, e os outros serão liberados conforme for havendo um quadro de maior normalidade da disseminação do vírus no país. O secretário de Saúde ainda destacou que as decisões poderão ser revogadas a qualquer momento de acordo com os boletins epidemiológicos da doença no município.

O decreto completo será publicado até quarta-feira.

Higienização
Na próxima semana, a Prefeitura deverá providenciar a desinfecção das ruas e avenidas onde estão instalados o maior número de estabelecimentos comerciais da cidade e recomendarão que cada comerciante realize o mesmo serviço no ambiente interno e externo da sua empresa.

A medida serve para descontaminar a via pública e deverá acontecer periodicamente, segundo informou o secretário de Saúde, Márcio Galdino. As primeiras a serem atendidas serão a rua Duque de Caxias e as Avenidas Presidente Vargas, São Cristóvão e Saudade.

Participações

Participaram da reunião os membros do Conselho: prefeito Robinho Samara - Executivo; vereadores José Rodrigues de Matos (Zezão) e Andrey dos Reis - Legislativo; Márcio Garcia Galdino - Secretaria de Saúde; Jary Augusto Silva - secretário de Administração; Rodrigo Olivera da Silva - procurador geral do município; José Ivo Bernardes - ACIAT; e Dr. Fabiano Arlindo Alves - Conselho Municipal de Segurança Pública.

Também estiveram presentes o presidente da Associação Comercial (ACIAT), Antônio Carlos Marques Farinha (Toninho da Agrovett), o gerente da ACIAT, Ber Galter; Cleberson Guerra e Carlos Justel, gerente administrativo e industrial e gerente geral da indústria Bello Alimentos (Frango Bello); Tenente Xavier, comandante do Corpo de Bombeiros, e imprensa local.

Comitê decide reabrir comércio de maneira gradativa a partir do dia 1º de abril
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 31 de Maio de 2020
09:52
Cassilândia
08:52
Cassilândia/Lagoa Santa/São João do Aporé
Sábado, 30 de Maio de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)