Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/10/2016 16:00

Comissão sobre valores familiares e escola sem partido definirá relator

Agência Câmara

A comissão especial que analisa a proposta conhecida como "escola sem partido" (PL 867/15) e o projeto sobre valores familiares nas escolas (PL 7180/14) poderá definir na próxima semana o relator do colegiado. No último dia 5, a comissão foi instalada e elegeu o deputado Marcos Rogério (DEM-RO) para presidente. Ele poderá indicar o deputado Paulo Martins (PSDB-PR) para a relatoria. A data da reunião ainda não foi confirmada.

De autoria do deputado Izalci (PSDB-DF), o Projeto de Lei 867/15 inclui, entre as diretrizes da educação, a proibição de professores utilizarem as aulas para impor ideias políticas ou religiosas. Já o PL 7180/14, do deputado Erivelton Santana (PEN-BA), obriga as escolas a respeitar as convicções do aluno, de seus pais e responsáveis, determinando que os valores de ordem familiar tenham precedência sobre a educação nos aspectos relacionados à educação moral, sexual e religiosa.

Izalci afirma que a intenção é garantir a pluralidade e a liberdade para que todos se expressem. O projeto prevê, entre outras medidas, um canal de comunicação para o aluno fazer reclamações quando se sentir constrangido pelo professor. Essas reclamações deverão ser encaminhadas ao Ministério Público.

O deputado ressalta que, apesar disso, o projeto não cria punições para os professores e, diferentemente do que dizem os críticos, não é uma lei da mordaça nem vai prender os profissionais de ensino. “Existem outros projetos que têm penalização, o que não é o caso”, declarou Izalci.

Críticas ao projeto
Já o deputado Glauber Braga (Psol-RJ) criticou o programa Escola sem Partido por tentar estabelecer um ensino acrítico, sem a participação da sociedade, dos professores e dos estudantes. "A Câmara dos Deputados acaba de votar uma PEC que vai congelar investimentos em educação por um período de 20 anos. Em vez de trabalhar para ampliar os investimentos para a educação pública brasileira, estamos trabalhando para penalizar professores para que eles inclusive não possam se insurgir contra este tipo de matéria que quer jogar a educação brasileira no lixo", afirmou.

Os projetos em análise na comissão têm caráter conclusivo e, se aprovados, seguirão para o Senado. A votação no Plenário da Câmara só será necessária se houver apresentação de recurso.

Punição ao professor
Outra proposta relacionada ao tema tramita fora da comissão e precisa passar por votação em Plenário. É o PL 1411/15, do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), que prevê detenção de três meses a um ano para quem expor aluno a assédio ideológico, condicionando-o a adotar determinado posicionamento político, partidário ou ideológico.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

PL-7180/2014
PL-867/2015
PL-1411/2015

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)