Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

26/07/2016 14:40

Comissão rejeita contratação obrigatória de bombeiro por edificações

Agência Câmara

A Comissão de Desenvolvimento Urbano rejeitou, no último dia 13, o Projeto de Lei 2639/11, do deputado Laercio Oliveira (SD-SE), que torna obrigatória a contratação de bombeiro civil para o quadro permanente de pessoal de toda edificação ou conjunto de edificações comerciais ou assemelhadas, sejam elas particulares ou públicas.

Pelo texto, a contratação poderá ser feita por intermédio de empresa especializada em prestação de serviços de prevenção e combate a incêndio. A proposta acrescenta artigo à Lei 11.901/09, que trata da profissão de bombeiro civil.

Audiência pública sobre o PL 569/11, que dispõe sobre a prestação de serviço pelas concessionárias de saneamento básico e energia elétrica, responsabilizando-as pela instalação do padrão de entrada de água e de energia elétrica. Dep. Hildo Rocha (PMDB - MA)

O parecer do relator, deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), foi contrário à proposta e aos projetos apensados (PLs 5405/13, 626/15 e 6937/13).

“Não restam dúvidas de que a presença de bombeiros civis treinados, em locais com grande concentração de pessoas, pode orientar corretamente as pessoas, na ocorrência de um sinistro’, disse o relator. “No entanto, entendemos que obrigar todos os edifícios comerciais, públicos ou particulares, a contratar bombeiro civil de forma permanente é desproporcional e oneroso”, complementou.

Tramitação
De caráter conclusivo, a proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

PL-2639/2011

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)