Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/11/2014 15:55

Comerciante cai em golpe de falso servidor da Receita e perde R$ 5.800

Campo Grande News

Um comerciante de 60 anos que possui estabelecimento em Ribas do Rio Pardo, afirma ter sido vítima de um golpe aplicado por um suposto servidor da Receita Federal de Campo Grande, que lhe procurou para oferecer um lote de roupas no valor de R$ 5.800. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, como estelionato.

De acordo com o boletim de ocorrência, o estelionatário procurou a vítima na semana passada, por telefone, para oferecer 500 lotes de roupas. O comerciante então perguntou se havia a possibilidade de comprar em menor número. Durante os telefonemas, uma terceira pessoa participava da conversa, se passando por chefe da Receita.

Sem desconfiar de nada, o comerciante agendou um encontro que aconteceu ontem (19), em um posto de combustíveis localizado na Chácara Cachoeira, na Capital. De lá, eles foram fazer o pagamento de uma guia da Agenfa (Agência Fazendária Estadual). No local, o comerciante esperou no carro enquanto o outro homem entrou na Agência.

Em seguida, ele retornou e disse que para a vítima ir até uma clínica localizada na Avenida Mato Grosso, para pegar a mercadoria. Já na clínica, o golpista entrou e retornou alguns minutos depois, falando que os produtos só seriam liberados mediante pagamento à vista de R$ 5.800, que foi prontamente feito. O autor voltou para dentro e não retornou mais. O comerciante disse que retornou as ligações, mas foi informado que pelo "chefe" do servidor que o valor estava sendo contabilizado. Logo em seguida, não conseguiu mais falar com nenhum deles.

O autor em momento algum mencionou nomes. Ele portava um crachá com a inscrição da Receita Federal. É moreno, baixa estatura, cabelos pretos e crespos.

O Campo Grande News entrou em contato com a Receita Federal de Campo Grande. O órgão disse que já houve casos nos quais criminosos se passam por servidores da Receita, no entanto, até o fechamento desta reportagem, a instituição não havia se pronunciado oficialmente sobre o caso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)