Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/10/2014 08:05

Com dores pelo resto da vida, febre chikungunya pode atingir 32 cidades de MS

Midiamax

Um novo mapeamento feito pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) constatou que febre chikungunya pode atingir 32 municípios de Mato Grosso do Sul. Segundo a SES, esses municípios são aqueles pelos quais transitam os dois mosquitos vetores da doença, Aedes aegypti e Aedes albopictus.

A febre chikungunya, que teve origem na região do Caribe, tem sido vista com alerta pela comunidade médica. Segundo médica infectologista, Priscila Alexandrino, a doença pode causar artrite, deixando dores pelo resto da vida.

Alexandrino destaca que os sintomas da febre são muito similares ao da dengue, como febre alta e dores nas articulações. “A maior diferença entre as doenças é que a chikungunya não promove a febre hemorrágica, por outro lado, pode causar a artrite deixando o infectado, em alguns casos, com dores por toda a vida. Em uma escala de zero a dez, essas dores chegam a oito”, ressalta.

De acordo com a diretora de vigilância em saúde da SES, Bernadete Lewandovisk, ainda não existe nenhum caso da doença no Estado, contudo, há risco, ainda que pequeno, de ocorrer uma epidemia. “Por enquanto não estamos em alerta, mas precisamos da ajuda da população para que haja a eliminação dos criadouros dos mosquitos. Essa doença causa dores muito fortes que se prolongam no tempo”, explica.

Bernadete diz, ainda, que há um servidor público da SES passando por uma capacitação no Ministério da Saúde, em Brasília. “Tem um técnico lá se capacitando. Ele deve voltar nesta terça-feira (7) com novidades sobre a doença”, diz.

A SES informou que o tratamento da doença é parecido com o da dengue. O doente é medicado com paracetamol e passa por hidratação, contudo, a secretaria afirma que é imprescindível uma consulta médica.

Ainda de acordo com a SES, os municípios que podem ser atingidos pela febre chikungunya são: Água Clara; Alcinópolis; Anaurilândia; Aparecida do Taboado; Aquidauana; Anastácio; Bandeirantes; Brasilândia; Caarapó; Camapuã; Caracol; Cassilândia; Costa Rica; Coxim; Dois Irmãos do Buriti; Dourados; Figueirão; Iguatemi; Ivinhema; Laguna Carapã; Mundo Novo; Nioaque; Paranaíba; Paranhos; Rio Negro; Rio Verde; Rochedo; Santa Rita; São Gabriel; Selvíria; Sidrolândia; Três Lagoas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)