Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/01/2016 10:10

Com dólar valorizado, preço da saca de soja sobe 41% e chega a R$ 73

Renata Volpe Haddad, Campo Grande News

O preço médio da saca de 60Kg de soja em grãos em Mato Grosso do Sul está cotado em R$ 73,65, com alta nominal de 41% em comparação com janeiro de 2015, quando o preço da saca era negociada a R$ 52,30, segundo informações da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS).

De acordo com o economista e analista de economia da federação, Luiz Gama, por se tratar de um período de safra, o normal seria uma desvalorização da saca. "Mas não é o que estamos observando, isso ocorre em função da demanda internacional aquecida e real desvalorizado", avalia.

Para o produtor de soja da região de Maracaju e Guia Lopes da Laguna, Roberto de Oliveira Silva Junior, o cenário é otimista, mas é preciso ficar cauteloso com a produção desta safra. "Estamos próximo da colheita que deve começar em 10 de fevereiro, porém, precisamos que a chuva pare um pouco, pois a soja deteriora muito rápido, mas estamos otimista porque não estamos com a produção atrasada", alega.

Cerca de 40% da soja já foi vendida antecipadamente e na região existem vários armazéns novos. "É provável que se tenha bons lucros nesta safra se o preço da saca se mantiver neste patamar, pois o valor dos insumos aumentou, como exemplo o adubo, que é o principal para poder cultivar a soja", explica.

Mesmo com a saca de soja valorizada em 41%, produtor afirma que os insumos também subiram, não dando uma margem boa de lucro ao produtor. (Foto: Marcos Ermínio/ Arquivo)
Mesmo com a saca de soja valorizada em 41%, produtor afirma que os insumos também subiram, não dando uma margem boa de lucro ao produtor. (Foto: Marcos Ermínio/ Arquivo)
Segundo o produtor de Chapadão do Sul, Nelson Luiz Pedó, apesar do preço da saca em alta, por causa do dólar valorizado, a margem está apertada devido a valorização dos insumos. "Em 2015, o custo era de 42 sacas de soja por hectare, essa safra é de 50 sacas por hectare, ou seja, mesmo com o dólar alto, os insumos também subiram, não dando muita margem para o produtor", afirma.

O produtor de Laguna Carapã, Mauri Zorzo está investindo em silo bag nesta safra, que é a armazenagem dentro da propriedade, por receio de perder muitos grãos por causa da chuva. "No município as chuvas estão constantes desde novembro e já tive perda de 30% pois a planta não desenvolveu, agora eu investi alto em silo bolsa, pois não sei se vai parar de

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)