Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/07/2013 09:29

Cidade fecha bares às 22h e fica quatro anos sem registrar um homicídio

Aliny Mary Dias, Campo Grande News
Cidade não registrou nenhum caso de homicídio em 4 anos (Foto: Renato Vessani/Vicentina Online)Cidade não registrou nenhum caso de homicídio em 4 anos (Foto: Renato Vessani/Vicentina Online)

Altos índices de homicídios e investigações a fim de encontrar suspeitos de crimes foram situações que Vicentina, a 255 quilômetros de Campo Grande, não vivenciou durante 4 anos. De janeiro de 2009 até março de 2013, a cidade não registrou nenhum caso de homicídio, segundo os dados do Mapa da Violência divulgado nesta semana pelo Cebela (Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos).

Com 5,9 mil habitantes em 2011, durante alguns anos, a cidade foi destino de trabalhadores do setor da cana. As usinas da região trouxeram imigrantes para a cidade e os índices de violência não eram surpreendentes como os registrados no levantamento.

“Diante dessa situação, nossa primeira ação foi fazer um trabalho de triagem desses trabalhadores. Conseguimos diminuir a criminalidade a partir de 2009 e mantemos isso até agora”, explica o delegado João Francisco Silgueiros, que atua na Delegacia de Polícia da cidade há 5 anos.

O acompanhamento dos trabalhadores das usinas e o reforço no policiamento na cidade, no entanto, não foi a principal estratégia que deu certo para zerar as estatísticas de homicídios na cidade. Silgueiros explica que a mudança de horário de funcionamento dos bares da cidade foi a ação que deu certo e pode ser copiada por outros municípios.

“Em um trabalho conjunto entre a Polícia Militar e a Polícia Civil, nós fixamos limites de horários para funcionamento dos bares. Todos aqueles que não vendem lanches, só podem ficar abertos até às 22 horas”, afirma o delegado.

A mudança foi proposta porque a bebida sempre foi a causa de desentendimentos que acabavam em mortes na cidade. “O álcool é o grande causador da maioria dos crimes que nós registrávamos aqui em Vicentina, depois disso nós conseguimos zerar os índices de homicídios”, conta Silgueiros.

Após quatro anos de calmaria, o primeiro homicídio registrado na cidade foi no dia 5 de março deste ano. Segundo o delegado, o autor da morte foi preso em flagrante e o caso repassado para a Justiça.

Números – Outra cidade que também não registrou nenhum homicídio entre 2009 e 2011 é Jateí, a 292 quilômetros de Campo Grande. Outro município com baixos índices é Novo Horizonte do Sul, a 329 quilômetros da Capital. Em 2011 e 2009 não houve registros de mortes, a última ocorreu em 2010.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)