Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/09/2007 18:27

Chuva e seca dividem regiões do Brasil

Tatiana Matos e Gilberto Costa/ABr e Rádio Nacional

Brasília - Se em uma parte do Brasil a população sofre com a baixa umidade do ar, na outra são os temporais que causam transtornos, informam os alertas da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) desta semana.

Por causa de uma massa de ar seco que deve ficar até hoje (29) nos estados da Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Piauí, Tocantins e Distrito Federal, os índices de umidade relativa do ar ficarão abaixo de 30% nessas regiões.

A estiagem deixou 13 municípios de Tocantins em situação de emergência. Segundo o Corpo de Bombeiros, cerca de 20 mil pessoas que moram na zona rural no estado estão sofrendo com a falta d' água e de alimentos. Desde julho não chove em parte do sudeste do estado.

Na quarta-feira (26), choveu nos municípios de Jaú do Tocantins e Ipueiras. Mas não foi suficinete para encerrar a seca na região. A previsão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) é que o sol fique até pelo menos hoje no estado.

Os efeitos da estiagem são agravados pelo corte de matas ciliares (que margeiam os rios), pelo represamento e pelo acúmulo de lixo às margens de córregos, rios e nascentes. Isso diminue ainda mais a oferta de água para o consumo, para a lavoura e para os animais.

As queimadas também retiram umidade do solo e do ar, o que dificulta a ocorrência de chuvas, iniciando um ciclo vicioso de desmatamento e seca, conforme o chefe da divisão de operações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Inpe, Marcelo Enrique Feluchi.

Ele afirma não ser possível ter certeza de que a estiagem esteja associada ao efeito estufa ou fenômeno La Niña (causado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico).

Para diminuir as conseqüências da seca, a Defesa Civil está levando caminhões pipa com água potável para reservatórios rurais, distribuindo remédios e cestas básicas.

Nas regiões Sudeste e Sul, a situação é inversa. Chuvas fortes podem ocorrer hoje em pontos isolados nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Sul de Minas Gerais e do Rio de Janeiro.

De acodo com o coordenador do grupo de previsão de tempo do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), Gustavo Escobar, o tempo está instável devido à primavera. “Nessa época, a atmosfera está em transição entre o inverno e o verão, tornando difícil as previsões do tempo”.


*A matéria foi modificada às 17h07(MS) para acréscimo de informações

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)